A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

28/08/2008 17:29

Diarista poderá perder direito sobre bebê abandonado

Redação

A diarista Edilene da Silva Feitosa, 27 anos, poderá perder o direito ao poder familiar sobre o bebê recém-nascido que ela abandonou no dia 23 último, em uma caixa de papelão no bairro Zé Pereira, em Campo Grande.

De acordo com o promotor que está cuidado do caso, José Roberto Tavares, em princípio, este será o desfecho do caso, mas ainda serão analisados provas e exames já solicitados pelo MPE para definir a situação em definitivo.

Se a decisão da Justiça for pela destituição do poder familiar da mãe, o vínculo familiar por inteiro ao bebê é quebrado, explica o promotor. Ele afirmou que desconhece pedidos sobre a guarda da criança por parte de parentes da mãe, por isso não pode comentar estas situações. Porém, decisões sobre a guarda dependem da análise das provas.

O promotor adiantou que as provas e exames incluem laudo psicológico, médico e social da mãe. José Roberto Tavares lembrou que na condição de promotor do caso, não pode antecipar parecer, porém ressaltou que

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions