A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

21/03/2011 23:53

Distribuição gratuita de medicamentos aumenta procura em farmácias populares

Aline Queiroz

Restrições no CPF e problemas na receita impedem a liberação dos remédios

O Ministério da Saúde comemora aumento significativo na procura por farmácias populares desde a distribuição gratuita de medicamentos para hipertensão e diabetes, iniciada em 14 de fevereiro.

Nos estabelecimentos credenciados, em Campo Grande, observa-se crescimento na procura e perfil dos pacientes.

Farmacêutico e proprietário da Farma & Farma da Rua Cândido Mariano, no Jardim dos Estados, Alessandro Teixeira Serea afirma que movimento aumentou 100%¨.

Antes da distribuição dos medicamentos gratuitos a farmácia atendia 60 pessoas e no primeiro mês da entrega gratuita dos remédios foram 120 pacientes.

Ele percebe mudança no perfil dos usuários. “Eles começam a conhecer os medicamentos e dosagens que entram para se beneficiar do programa. Se o médico prescreveu uma medicação que não entra na lista eles querem saber dos que entram para pedir ao médico”, explica.

De acordo com o farmacêutico, duas medicações estão em falta: metformina XR 500 e insulina. Ele esclarece que o preço repassado aos estabelecimentos não compensa e, somente quando houver uma negociação entre a indústria e o Ministério da Saúde, a situação será normalizada.

Para o farmacêutico, é provável que os medicamentos sejam fornecidos em breve.

Na Drogaria Osteto, localizada na Avenida Mato Grosso, o número de pessoas atendidas saltou de 2 mil para 6 mil em um mês.

De acordo com o farmacêutico e dono da drogaria, Ricardo Osteto, a distribuição dos medicamentos é rápida, desde que o paciente leve receita que atenda a todos as determinações do programa e apresente CPF e RG.

É feita uma consulta on line e o medicamento é liberado.

Pessoas que tenham alguma restrição no CPF não podem receber os remédios, conforme determinação do programa.

Nesta farmácia, um cliente saiu do estabelecimento sem levar o medicamento porque a receita não atendia ao padrão determinado pelo Ministério da Saúde.

Ricardo conta que o problema causou revolta ao paciente porque existem regras que devem ser seguidas.

O programa Farmácia Popular apresentou crescimento expressivo no primeiro mês de gratuidade dos medicamentos para hipertensão e diabetes. Cresceu 45% o número de autorizações (para venda e oferta grátis) de todos os 25 itens do Aqui Tem Farmácia Popular, entre 14 de fevereiro e 14 de março, nas farmácias da rede privada credenciadas ao programa.

Do início da gratuidade do programa até dia 14 de março, foi retirado um total de 2,6 milhões de itens contra 1,8 milhão no período anterior (de 14 de janeiro a 14 de fevereiro). O aumento das autorizações para oferta gratuita de medicamentos para hipertensão e diabetes foi ainda maior: cresceu 61% e 50%, respectivamente.

Pelo programa, a população tem acesso a 24 tipos de medicamentos para hipertensão, diabetes e mais cinco doenças (asma, rinite, mal de Parkinson, osteoporose e glaucoma), além de fraldas geriátricas. É necessário que o usuário apresente CPF, documento com foto e receita médica, exigida para evitar a automedicação.

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...


Faço uso do medicamento LOSARTAN 50 mg, antigamente usava um comprimido por dia, agora na nova avaliação médica, me receitou um comprimido de 12 em 12 horas, Não consigo na farmácia adquirir 2 caixas para completar o mês. Como Faço, pois é difícil me deslocar até a farmácia cada 15 dias. Gostaria de obter uma resposta o mais breve possível. obrigada.
 
Scheila Aglaé Gervasoni Muller em 16/09/2011 08:52:29
estou com uma duvida se tiver restriçao no cpf nao posso pegar remedio porque algumas farmacias nao consuta essa se tem restriçao
 
andreluisvolpeventurini em 17/08/2011 08:13:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions