A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

02/04/2010 07:16

Doação de Páscoa leva fonte de renda para comunidade

Redação

Uma doação 'diferente' feita por um jovem empresário da Capital levou a um grupo de dez mães do bairro Serraville, na saída para Três Lagoas, em Campo Grande, a possibilidade de uma fonte de renda e garantiu os ovos de chocolate que fazem a alegria das crianças na Páscoa.

Ao invés de apenas doar chocolate, o empresário Alex Machado, de 28 anos, decidiu dar ao grupo as condições de produzir as guloseimas. O trabalho teve o envolvimento de vários integrantes da comunidade.

Um morador cedeu a casa para que fossem fabricados os ovos, outro emprestou o freezer, cerca de dez homens auxiliaram no trabalho pesado e dez mulheres atuaram diretamente na fabricação.

Hoje será concluído o trabalho que durou uma semana, do qual resultaram três mil ovos de Páscoa para atender a comunidade. Eles serão vendidos no local no domingo ao preço simbólico de R$ 1,00 50 gramas, o equivalente a dois ovos de 25 gramas cada.

A dona-de-casa Lia Marin, de 27 anos, conta que há casas onde moram até seis crianças, o que inviabiliza a compra de chocolates pelos pais carentes. Por isso, o trabalho das mulheres é acelerado para garantir que com o preço acessível ninguém fique de fora.

"A gente tem que ajudar a comunidade, fazer parte", diz consciente. Além da satisfação, as participantes vibram ao contar que a proposta poderá ser transformada em fonte de renda. "Já aceitamos encomendas", brinca Marin.

Continuidade - "Hoje a gente faz em pequena quantidade para suprir o povo da comunidade. Depois a gente pode fazer em quantidade maior para vender", diz a presidente do Clube de Mães do bairro, Adélia Aparecida da Silva, de 39 anos.

Ela conta que foi boa a receptividades quando repassou a proposta feita pelo empresário e várias voluntárias surgiram. Silva confessa também que não tinha ideia de como fazer os ovos, e agora aprendeu e tem condições de continuar.

Kamila Moreira de Souza, de 21 anos, que em 2009 já havia fabricado ovos para vender na Páscoa diz que a experiência serviu para que ela retome os trabalhos. A dona-de-casa já está com projeto de vender bombons recheados fora da data comemorativa.

"Dá para continuar e ter um bom rendimento trabalhando só com o chocolate", aposta a dona-de-casa Lucimar Ribeiro, de 33 anos.

Proposta - O empresário Alex Machado conta que a ideia de ensinar as mulheres da comunidade a fazerem chocolate teve inicio quando ele foi procurado pela presidente do grupo, que solicitou doação de chocolate para as crianças.

"Eu decidi fazer de outra forma", afirma. Ele propôs então doar os materiais e dar condições para que as mulheres fizessem o chocolate. Depois de reunir doações com outras empresas, forneceu o material e levou um profissional para orientar os trabalhos.

Para ele, esse tipo de investimento, apesar de ser mais trabalhoso que uma simples doação, produz resultados mais duradouros. "Prefiro ensinar a pescar a dar o peixe", compara.

O projeto que teve duração de uma semana é chamado de 1º Mutirão de Páscoa. No domingo, quando forem distribuídos os ovos, haverá entrega de um certificado feito pelo Clube de Mães àquelas que participaram.

A distribuição teria festa com cama elástica e brincadeiras na rua, mas foi cancelada em função do mau tempo.

O dinheiro da venda dos ovos será contabilizado e a própria comunidade irá decidir como será aplicado, sempre com prestação de contas, explica o empresário Alex Machado, que organizou o projeto.

Machado acredita que o trabalho, diferente do que ele chama de "ação de Páscoa convencional", onde há apenas doação de ovos, irá fortalecer a instituição de mães da comunidade.

O empresário tem também a esperança de que ele se estenda por outros bairros da Capital nos próximos anos. "Se você estiver realmente interessado em ajudar a comunidade, você encontra uma forma", completa.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions