A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

18/01/2018 10:05

Dose única de vacina da febre amarela é mantida mesmo para quem vai a SP

Classificação de área de risco exige comprovação de vacinação com 10 dias de antecedência.

Ricardo Campos Jr. e Anahi Gurgel
Dose única de vacina da febre amarela é mantida mesmo para quem vai a SP

Uma única dose da vacina contra febre amarela garante imunização para a vida inteira, garantem o Ministério da Saúde, a OMS (Organização Mundial da Saúde) e a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública). Isso quer dizer que as pessoas que já a tomaram alguma vez na vida não precisam de reforço, mesmo se forem viajar para áreas de risco, como São Paulo e Rio de Janeiro.

Essa informação está sendo repassada nos postos de saúde da Capital, segundo foi constatado pelo Campo Grande News nas unidades do Jockey Clube na terça-feira e na UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) Dona Neta nessa quarta-feira.

Mesmo quando o repórter, sem se identificar como tal, afirmou que viajaria para uma área com incidência da doença, o atendente disse que não era necessário vaciná-lo, já que o sistema acusava uma dose administrada há mais de dez anos.

Antigamente, a população era orientada tomar um reforço a cada decênio. Isso mudou em maio de 2014, segundo informações do site da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), após a realização de pesquisas.

Júlio César na UBS Tiradentes. Ele não sabia que a vacina é aplicada somente às quartas-feiras. (Foto: Anahi Gurgel)Júlio César na UBS Tiradentes. Ele não sabia que a vacina é aplicada somente às quartas-feiras. (Foto: Anahi Gurgel)
Aviso na UBS Tiradentes sobre a vacinação de febre amarela na unidade; cada posto tem um dia específico para essa imunização. (Foto: Paulo Francis)Aviso na UBS Tiradentes sobre a vacinação de febre amarela na unidade; cada posto tem um dia específico para essa imunização. (Foto: Paulo Francis)

Impressão – As imagens mostradas pela imprensa nacional das multidões indo aos postos de saúde principalmente em São Paulo causou preocupação em outros estados, afinal de contas, se apenas uma dose era necessária, o que justificaria a correria em busca da vacina?

Contudo, a assessoria do Ministério da Saúde esclareceu ao Campo Grande News nesta quinta-feira, nem todas as regiões no estado vizinho eram zonas de risco até o aparecimento dos casos da versão silvestre da doença e a sequente infecção em algumas pessoas. Por isso, é possível que muitos ainda não tinham tomado.

De acordo com relatos de funcionários da UBS (Unidade Básica de Saúde) Tiradentes houve aumento na procura pela vacina da febre amarela. “Hoje pelo menos 20 pessoas vieram se vacinar porque irão viajar, mas não informaram o destino”, relatou a atendente, que preferiu não se identificar.

“Quarta-feira aqui a procura é grande. O atendimento é por ordem de chegada e, caso há muita demanda, são distribuídas senhas para as pessoas”, complementa.

No local, Júlio César Gonçales, 38 anos, foi informado nesta tarde de que a vacina contra febre amarela só é aplicada ali às quartas-feiras e a BCG às quintas. “Terei que voltar amanhã para conseguir. Preciso apresentar vacinação contra hepatite B, febre amarela, tríplice viral e dupla adulto para iniciar no novo emprego como assistente de frota”, explicou.

Escala – Quem ainda não tomou a vacina contra a Febre Amarela em Campo Grande, principalmente se vai para áreas de risco, deve procurar os postos.

Cada unidade tem um dia específico de aplicação dessa imunização. A medida é necessária para aproveitar a maior quantidade possível de frascos da substância. Cada recipiente comprado pelo poder público contem dez doses e uma vez aberto, vence em seis horas. Para garantir a eficácia é preciso tomar a dose com 10 dias de antecedência da viagem.

Cronograma de vacinação de todas as unidades de saúde da cidade acoplada em porta para visualização da população. (Foto: Paulo Francis)Cronograma de vacinação de todas as unidades de saúde da cidade acoplada em porta para visualização da população. (Foto: Paulo Francis)
Depois de vir a MS, homem morre em SP com suspeita de febre amarela
Um homem de 56 anos morreu no último domingo (14) em Santo André (SP) com suspeita de febre amarela. A família acha que a vítima contraiu a doença em...
Dose padrão da vacina contra febre amarela é necessária para quem vai viajar
Quem for viajar a países que exijam o certificado internacional de vacinação contra a febre amarela, emitido pela Agência Nacional de Vigilância Sani...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions