A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

04/06/2013 08:56

Economista foi morta por ladrões, que foram ouvidos pela Polícia e liberados

Jéssica Benitez
Carro com marca do tiro que matou Elza Gomes.Carro com marca do tiro que matou Elza Gomes.

A quadrilha responsável pelo assassinato da economista aposentada, Elza Gomes dos Santos, morta na última sexta-feira (31) durante assalto em uma favela de São Vicente (SP), foi identificada. Segundo informações do delegado Rui de Matos, o grupo está foragido.

Eduardo de Senna, 20 anos, Josué de Araújo (Catatau), 25 anos, Sidnei Meneses, 25 anos e Gustavo Cruz, 20 anos, chegaram a ser detidos, mas foram soltos porque o inquérito não está concluído e o pedido de prisão temporária só será expedido hoje à tarde.

“Recebemos informações de que eles não estão mais na cidade. De qualquer forma com o pedido de prisão eles podem ser presos em qualquer parte do País”, explicou o delegado. A polícia chegou aos assassinos depois que Gustavo Cruz se entregou na madrugada da última segunda-feira (03) e se responsabilizou sozinho pelo crime.

O delegado desconfiou da história do rapaz por incoerência no depoimento. Ontem à tarde, o jovem acabou confessando que outros três homens estavam envolvidos na morte da campo-grandense. Eduardo foi quem efetuou o tiro, na versão de Gustavo. Os quatro criminosos têm várias passagens pela Polícia e todos vivem do crime.

“O Gustavo relatou que ganha R$ 3 mil por mês, paga aluguel e tudo mais. O roubo é uma profissão para ele”, contou Rui. Todos serão enquadrados nos crimes de latrocínio (roubo seguido de morte) e formação de quadrilha.

“Embora eles não tenham chegado a roubar nada, é latrocínio porque a morte só ocorreu devido à intenção de roubar”, finalizou o delegado. Para concluir o inquérito, algumas testemunhas devem ser ouvidas e, posteriormente, o pedido de prisão temporária pode se tornar preventiva.

Corpo de economista de MS morta em São Paulo continua no IML de Santos
Ainda está no IML (Instituto Médico Legal) de Santos, litoral de São Paulo, o corpo da economista Elza Gomes dos Santos, que morreu em tentativa de a...
Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...


É um absurdo nossa lei, e com isso aumenta a criminalidade, e morte de inocentes pagadores de impostos, e quando um bom policial mata um bandido é perigoso ser afastado. se a cadeia esta cheia pena de morte, pois é que os bandidos estão fazendo com as pessoas de bem.
 
tarcisio miura senuma em 05/06/2013 08:16:05
A culpa é dessa democracia que só da direito à quem não corresponde com a verdadeira justiça. Porém, uma coisa eu digo, aliás eu não, a escritura sagrada que afirma assim: Ai dos que decretam leis injustas, e dos escrivães que escrevem perversidade ( Isaías 10.1).
 
Olices Trelha em 04/06/2013 18:14:02
Que beleza a forma como funciona nosso país. Os marginais são presos, mas por causa da burocracia são soltos pra só depois a polícia ir atrás deles novamente. É muito difícil ter orgulho do nosso país...
 
Leandro Batista em 04/06/2013 16:04:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions