A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019

22/11/2018 16:35

Em 5 anos, Mais Médicos acumula 700 mil atendimentos em MS

Dos 219 profissionais atuantes no Estado, 114 são cubanos, o que representa 52% do total

Gabriel Neris
Arte: Ricardo OliveiraArte: Ricardo Oliveira

O programa Mais Médicos atendeu 707 mil pessoas em 45 municípios desde 2013 em Mato Grosso do Sul. De acordo com a SES (Secretaria de Estado de Saúde), 114 cubanos começam a deixar o Estado a partir de terça-feira (27).

De acordo com a SES (Secretaria de Estado de Saúde), dos 219 profissionais atuantes no Estado, 114 são cubanos, o que representa 52% do total. O programa conta ainda com médicos brasileiros, venezuelanos, bolivianos e espanhóis.

Corumbá com a atuação de mais médicos cubanos, total de 10. Dourados tem 9 e outros 11 foram destinados para atender o Distrito Sanitário Especial Indígena. Os atendimentos à população feitos por cubanos também ocorrerão em Alcinópolis, Amambai, Angélica, Antônio João, Aquidauana, Aral Moreira, Bandeirantes, Bataguassu, Bela Vila, Bonito, Brasilândia, Caracol, Chapadão do Sul, Corguinho, Coronel Sapucaia, Costa Rica e Coxim.

Os profissionais do país caribenho também atuaram em Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Eldorado, Figueirão, Glória de Dourados, Guia Lopes da Laguna, Iguatemi, Itaquiraí, Ivinhema, Itaporã, Jaraguari, Jardim, Jateí, Ladário, Mundo Novo, Nova Andradina, Paranhos, Pedro Gomes, Ribas do Rio Pardo, Rio Verde de Mato Grosso, Santa Rita do Pardo, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Sete Quedas, Sonora e Tacuru.

O secretário estadual de Saúde, Carlos Alberto Coimbra, considera positiva a atuação do novo governo e aguarda com expectativa o encerramento das inscrições de novos profissionais. “Acho que teremos resultados positivos. O governo federal está fazendo da forma correta e dar oportunidades aos médicos formados e depois abrir para o Revalida”, disse Coimbra ao Campo Grande News.

O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, anunciou nesta quinta-feira (21) que serão estabelecidos novos prazos para prorrogar as inscrições do edital dos Mais Médicos. Segundo a pasta, foram registradas até hoje 6.394 inscrições, efetivadas 2.812 e alocados 2.209 médicos. O programa conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios.

Os profissionais do Mais Médicos recebem bolsa-formação de R$ 11,8 mil ajuda de custo inicial entre R$ 10 e R$ 30 mil para deslocamento para o município de atuação. Coimbra também considera que o pagamento integral do valor para os profissionais que ocuparem as vagas deixadas pelos médicos cubanos será mais justo. “A médio prazo vamos colher bons frutos”, completou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions