A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

08/12/2011 14:11

Em MS, unidade da Fiocruz prioriza saúde de indígenas e meio ambiente

Fernando da Mata

Além disso, saúde nas fronteiras e na sociedade estão inclusas nas prioridades do escritório regional, sediado em Campo Grande

Solenidade de inauguração da Fiocruz MS (Foto: João Garrigó)Solenidade de inauguração da Fiocruz MS (Foto: João Garrigó)

Meio ambiente, populações indígenas, fronteiras e sociedade. Áreas com enfoque na saúde que são prioritárias para a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) em Mato Grosso do Sul. A instituição inaugurou, nesta quinta-feira (8), o escritório regional em Campo Grande.

Por enquanto, a estrutura abrigará apenas um escritório técnico com representantes de cada área temática. Salas de aula e laboratórios de pesquisa serão construídos em um período de dez anos, de acordo com o coordenador da Fiocruz no estado, Rivaldo Venâncio da Cunha.

“A Fiocruz chega em Mato Grosso do Sul para somar, não para dividir. Não para inventar, mas para integrar com a cultura existente no estado”, afirmou Cunha.

Dentre os laboratórios que serão construídos, estão o de biologia celular e molecular e o de farmacologia pré-clínica. Enquanto eles não ficam prontos, as pesquisas estão sendo desenvolvidas em parceria com instituições de ensino parceiras, como a UFMS e UEMS - Universidades Federal e Estadual de Mato Grosso do Sul.

O presidente nacional da Fiocruz, Paulo Gadelha, destacou que os 30 anos de trabalho indireto em Campo Grande e o fato de Mato Grosso do Sul ser um local estratégico foram fatores determinantes para a implantação da Fiocruz no estado.

“A presença aqui dará maior visibilidade nacional para aquilo que é desenvolvido no estado e potencializa as pesquisas”, enfatizou Gadelha.

A titular da Secretaria Estadual de Saúde, Beatriz Dobashi, ressaltou que o processo de implantação da Fiocruz começou há quatro anos.

“Naquela época, uma caravana composta por várias autoridades foi até o Rio de Janeiro propor a implantação da unidade do Centro-Oeste em Mato Grosso do Sul. Isso se concretizou. A inauguração consolida a parceria do estado com a Fiocruz e o SUS [Sistema Único de Saúde] no estado”, comemorou a secretária.

Além dos representantes da Fiocruz e da secretária de saúde, estavam presentes várias autoridades na inauguração. Dentre elas: a secretária-adjunta municipal de Saúde, Ana Lúcia Lírio; o vice-reitor da UFMS, João Ricardo Tognini; o reitor da UEMS, Fábio Edir Costa; e o deputado estadual Paulo Duarte (PT), representando a Assembleia Legislativa.

Descerramento da placa de inauguração do escritório regional da Fiocruz (Foto: Peter Ilicciev/Assessoria)Descerramento da placa de inauguração do escritório regional da Fiocruz (Foto: Peter Ilicciev/Assessoria)

Áreas temáticas - As principais áreas temáticas de atuação da Fiocruz em Mato Grosso do Sul são: Meio Ambiente e Saúde, com enfoque na biodiversidade do Cerrado e do Pantanal, além do agronegócio; Saúde das Populações Indígenas; Saúde e Sociedade; e Saúde nas fronteiras.

Alguns projetos estão em andamento, como o de implantação de observatórios de saúde na fronteira com o Paraguai e com a Bolívia e o curso de especialização em atenção básica em saúde da família.

Fiocruz em MS - O escritório regional da Fiocruz é o único da instituição na região Centro-Oeste e fica na região do bairro Parati, em Campo Grande.

Vinculada ao Ministério da Saúde, a instituição abriga, em âmbito nacional, atividades que incluem: o desenvolvimento de pesquisas; a prestação de serviços hospitalares e ambulatoriais de referência em saúde; a fabricação de vacinas, medicamentos, reagentes e kits de diagnóstico; o ensino e a formação de recursos humanos; a informação e a comunicação em saúde, ciência e tecnologia; o controle da qualidade de produtos e serviços; e a implementação de programas sociais.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions