A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

29/05/2009 13:15

Em pesquisa, alunos pedem melhor estrutura nas escolas

Redação

Levantamento da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) constatou que estudantes estão insatisfeitos com a estrutura física das 386 escolas públicas estaduais de Mato Grosso do Sul. Os três itens mais priorizados foram quadra coberta, reforma do prédio e mais laboratórios de ciências e informática.

Feita com 150 mil alunos de 20 a 24 de abril deste ano, durante a 10ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Escola Pública, a sondagem revelou a prioridade dos estudantes. A prioridade é quadra coberta, reivindicada por 14,76% dos alunos.

Já para 12,76% dos alunos, a prioridade deve ser a reforma do estabelecimento de ensino. A Secretaria Estadual de Educação fez levantamento, que constatou que 200 escolas estão precárias e precisam de investimentos na reforma da estrutura física.

A falta de laboratórios de informática e de ciências foi citada por 12,19% dos alunos. A falta de segurança é um problema para 10,29%. Já o excesso de discentes na sala foi apontado por 9,63%, quase o mesmo percentual, 9,54%, dos que pediram bibliotecas.

Para o presidente da Fetems, Jaime Teixeira, ficou claro que a comunidade escolar quer melhor estrutura física em Mato Grosso do Sul. Ele disse que 90% dos estabelecimentos não possuem quadra coberta. Este mesmo percentual de colégios não contam com laboratórios de ciências.

Sobre a necessidade de reforma, o dirigente sindical ressaltou que as escolas estaduais precisam de nova pintura e a substituição das carteiras e cadeiras deterioradas. Apesar de nove em cada 10 escolas terem laboratório de informática, Teixeira frisou que a quantidade disponibilizada não é suficiente para atender a todos.

O Governo estadual anunciou que está investindo R$ 18,8 milhões na reforma de 94 das 200 escolas em condições precárias no Estado. Somente o Ministério da Educação repassou R$ 17 milhões para esta finalidade em 2008. Além disto, o Governo federal está repassando recursos para a aquisição de mais laboratórios de ciências, segundo a Fetems.

A pesquisa ainda citou falta de material esportivo (9,13%), espaço recreativo (8,46%), professor habilitado (6,74%) e servidores administrativos (6,5%).

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions