A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Junho de 2017

21/08/2014 12:58

Capacitação terá R$ 2 milhões e 2,5 mil vagas já estão disponíveis

Luciana Brazil e Caroline Maldonado
Representantes participam do lançamento do programa para qualificação profissional. (Foto: Marcos Ermínio)Representantes participam do lançamento do programa para qualificação profissional. (Foto: Marcos Ermínio)

Já estão disponíveis 2,5 mil vagas destinadas a qualificação profissional gratuita de trabalhadores em Campo Grande nas áreas de vestuário, comércio, serviços, construção civil, alimentação, artesanato, beleza, estética entre outros. A capacitação faz parte do programa “Capital do Trabalho” lançado hoje (21) pelo prefeito Gilmar Olarte (PP). O investimento da prefeitura será de R$ 2 milhões.

Ao todo, serão oferecidas 5,5 mil vagas para capacitação técnica na Capital. Até setembro, mais 3 mil vagas devem ser licitadas pela prefeitura, segundo Olarte. Os cursos serão oferecidos gratuitamente e as inscrições podem ser realizadas na Funsat (Fundação Social do Trabalho). A solenidade aconteceu no Armazém Cultural e reuniu entidades e autoridades. 

Para o presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), Ricardo Kuninari, o programa deve reduzir o déficit de mão de obra qualificada na cidade. Segundo ele, a partir de outubro, 4 mil vagas temporárias estarão disponíveis no comércio da Capital.

“Veio em boa hora (programa), pois além das vagas que o comércio tem permanentemente, a partir de outubro serão mais 4 mil vagas temporárias. Temos dois desafios na cidade que são a alta carga tributaria e a falta de mão de obra qualificada. Por isso, as entidades fazem ações para capacitação, mas ainda assim é difícil preencher as vagas. Esse programa vai somar ao esforço que já temos feito”, explicou Kuninari.

Com a qualificação, é possível diminuir a “importação” de mão de obra qualificada de outros estados, segundo aponta o presidente da Funsat, Cícero Ávila. Ele lembra ainda que pela primeira vez o município recebe investimento para promover capacitação. “Isso vai propiciar um ambiente para que pequenas e grandes empresas venham para cá, mas também seja dada atenção para nossos trabalhadores”.

Há pelo menos sete anos o comércio e a indústria sofrem com a falta de mão de obra qualificada, disse o presidente da AICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande), João Carlos Polidoro. “Desde que ocorreu esse 'boom' de empresas e indústrias vindo para Campo Grande nós não conseguimos suprir com funcionários. Temos a Escola de Varejo e outras ações, mas o investimento da prefeitura vai ajudar muito, principalmente neste momento, em que se aproxima o fim do ano”.

A oportunidade de mudar de vida foi lembrada pelo prefeito. “5,5 mil pessoas poderão mudar suas vidas através do conhecimento”, afirmou.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas em Materiais Elétricos em Mato Grosso do Sul, Robson Willian Souza de Freitas, apontou a necessidade da qualificação e afirmou que a oportunidade vai capacitar os trabalhadores.

Inscrições em seleção de estagiários do TJ em Naviraí terminam em julho
O TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) está com inscrição aberta para processo seletivo de estagiário de Direito. As vagas são para coma...
Prefeitura publica edital com convocação de candidatos aprovados em concurso
A secretária de Gestão, Maria das Graças Macedo, publicou na edição desta sexta-feira (dia 23) do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) convocaç...
Processo seletivo com 1,7 mil vagas recebe inscrições até esta sexta
As inscrições do processo seletivo da Semed (Secretaria Municipal de Gestão e de Educação) encerram nesta sexta-feira (dia 23), com 1.700 vagas. Os i...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions