ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 24º

Empregos

MS criará 13 mil vagas em 2011, mas terá 24 mil qualificados sem colocação

Por Marta Ferreira | 28/04/2011 16:47
Indústria vai criar mais de 4 mil empregos, segundo estudo. (Foto: Divulgação)
Indústria vai criar mais de 4 mil empregos, segundo estudo. (Foto: Divulgação)

A economia de Mato Grosso do Sul vai gerar, até o final deste ano, 13.509 empregos, segundo pesquisa divulgada hoje pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada). Em compensação, mais de 24 mil trabalhadores com experiência e qualificação não serão ocupados pelomercado.

De acordo o instituto, a maior parte das vagas que serão criadas será no comércio, com 7.170 postos. Na sequência, vem a indústria, que, conforme a estimativa do Ipea, vai criar 4082 empregos.

A construção civil, setor onde o aquecimento já vem de bastante tempo, será o terceiro maior responsável pelo surgimento de vagas, com 2351 vagas.

O setor agrícola, com perda de 1846 vagas, e a administração pública, com menos 45 empregos, são os destaques negativos na estimativa do Ipea. No País, serão criados 1,7 milhão de empregos em

2011.

Desocupados- Em relação ao chamado “excesso” de mão de obra, a análise feita pelo Ipea indica que mais de 1 milhão de trabalhadores com experiência e qualificação profissional permanecerão desempregados no País, mesmo com o incremento dos postos de trabalho durante o ano.

Em Mato Grosso do Sul, esse universo é de estimado em 24.527 mil trabalhadores dos diversos setores.

Junto com a Bahia, o estado está no grupo dos únicos que, de acordo com o Ipea, a não registrar problemas de falta de mão de obra.