A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

30/10/2013 15:43

Empresa pede licença para instalar sistema de segurança na fronteira

Lidiane Kober

A Savis Tecnologia e Sistemas S.A., empresa líder do Consórcio Tepro, contratada pelo Exército Brasileiro, pediu ao Ibama licença para iniciar a implantação do Sisfron (Projeto Piloto do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras) em Mato Grosso do Sul, Paraná e Mato Grosso.

Para conseguir a licença, a empresa contratou estudos a fim de obter Relatório de Controle e Plano Ambiental. De acordo com o Exército Brasileiro, o Sisfron, orçado em R$ 12 bilhões, é “o maior sistema de vigilância de fronteiras em fase de implementação no planeta”. Ele vai cobrir os 16.886 km do país, cerca de 27% do território nacional, 570 municípios e 11 estados.

O objetivo do sistema, previsto para ser implantado em 10 anos, é reduzir crimes na faixa de fronteira. A primeira fase está sendo montada em Dourados, sob responsabilidade do Comando Militar do Oeste. Serão mais de 600 km de fronteira. Em novembro de 2012, o Exército firmou contrato com um consórcio nacional por R$ 839 milhões para bancar a fase.

Já foram empenhados R$ 80 milhões de um total de R$ 160 milhões previstos para 2013. O Exército espera o aporte de mais R$ 460 milhões para 2014 a fim de manter o cronograma dentro dos prazos estipulados.



Fica fácil promessas de exito com cifras trilhionarias(em dolares), garanto que metade dessa dinheirama toda se fosse direcionada a PM, DOF, PRF, na compra de viaturas, armamento moderno e adequado, a fronteira seria controlada. Será ,mais uma cascata de dinheiro nosso usado de forma insana e desnecessária. Isso sem contar que a empresa certamente pertence aos "amigos". A terceirização é uma das formas mais nefastas de desvio de verbas e todo mundo sabe disso.
 
Horlando P. de Mattos em 30/10/2013 17:13:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions