A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

06/11/2009 17:11

Empresário foi estrangulado e pode ser acerto de contas

Redação

O dono da agência Casting Models, Edson Ravaglia, 47 anos, foi morto por estrangulamento, segundo o delegado do 5º DP (Distrito Policial) da Capital, José Luiz Sotolani.

O tórax do empresário tinha manchas que podem ser de agressões, segundo peritos do Instituto de Criminalística.

Ravaglia era investigado por estelionato, portanto, não é descartada a possibilidade de acerto de contas. "Não dá para descartar", diz Sotolani.

Ele explica que nada foi roubado do dono da agência, mas não foram encontrados documentos pessoais com ele.

Ravaglia tem diversos registros policiais, onde aparece como vítima e também autor.

Ficha corrida - Em 17 de setembro, a Decon (Delegacia do Consumidor) instaurou inquérito para investigar a agência de modelos Casting Models.

As investigações tiveram início depois que Ravaglia foi preso por estelionato em Dourados, em agosto deste ano, suspeito de fazer uma seleção de crianças e adolescentes para atuar na novela Malhação, em nome da Rede Globo.

A mãe de uma menina de nove anos, que participou da seleção de Ravaglia na Capital, registrou boletim de ocorrência contra a agência. Segundo a mulher, o produtor da empresa pagou R$ 1,5 mil por uma viagem a São Paulo, onde a menina seria submetida a um teste para atuar em novelas da Rede Globo.

Na tarde de ontem, Ravaglia saiu da agência dele com o Fox, e não foi mais visto.

O corpo de Ravaglia foi encontrado esta tarde, dentro do porta-malas do veículo Fox placa HSS-0925, no Bairro Aero Rancho, em Campo Grande. A suspeita é de que tenha sido assassinado ontem.

Quando saiu da agência, na tarde de ontem, Ravaglia estava com um ex-funcionário da empresa, que é menor de idade e terá o nome preservado.

O garoto, de 17 anos, é acusado de desviar R$ 14,5 mil da empresa em agosto deste ano.

Ao Campo Grande News, o adolescente afirma que era amigo do dono da Casting e que na tarde de ontem estava na agência com o empresário que o levou ao Jardim Imperial. Segundo o menino, Ravaglia o deixou em casa e disse que iria levar o computador para o conserto.

Família - Familiares de Ravaglia evitaram comentar a morte do dono da agência. "Respeitem a nossa dor", disse uma pessoa da família do empresário, que foi procurada pelo telefone da empresa para comentar o caso.

Temer veta projeto sobre negociação coletiva no serviço público
O presidente Michel Temer vetou integralmente o Projeto de Lei nº 3.831/15, aprovado pelo Congresso Nacional, que estabelecia normas para a negociaçã...
UFMS divulga edital do vestibular para ingresso em cursos de graduação
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou, nesta segunda-feira (18), edital do processo seletivo do vestibular para ingresso em cu...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions