A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018

20/07/2010 12:10

Empresários de Dourados querem porto no Paraguai

Redação

O Paraguai não tem acesso direto a um porto oceânico. O Estado, tampouco. A diferença entre o país vizinho e o MS, porém, é que o Paraguai conta com uma bem desenvolvida hidrovia no rio que leva seu nome, atraindo o interesse de empresários da região de Dourados.

Por acordo datado de 1957, o mesmo que possibilitou a cessão de um porto franco paraguaio em Paranaguá, o Brasil tem direito a instalar um terminal portuário, nos mesmos moldes, no porto fluvial de Concepción, situado a pouco mais de 100 quilômetros da fronteira seca.

A falta de interesse do governo brasileiro, porém, fez com que tal porto franco jamais tenha saído do papel. Sua instalação é reivindicada, há pelo menos cinco anos, por dirigentes da ACED (Associação Comercial e Empresarial de Dourados), que esperam mobilizar as lideranças da região.

Na semana passada, representantes da ACED reuniram-se com funcionários do Ministério das Relações Exteriores e entregaram uma carta reforçando o pedido pelo uso da hidrovia do rio Paraguai como forma de diminuir os custos de frete e aumentar a competitividade das exportações sul-mato-grossenses.

As conversações envolvem autoridades de Concepción e do governo nacional paraguaio, que já manifestaram parecer favorável à implantação do terminal, como estratégia para dinamizar a economia local e gerar postos de trabalho em uma das cidades mais importantes do centro-norte do Paraguai.

Com informações do site Sopa Brasiguaia

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions