A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

19/04/2014 11:39

Estado é o maior em número de acadêmicos indígenas no ensino superior

Aliny Mary Dias

Em assunto de comunidades indígenas e quantidade de população de índios, Mato Grosso do Sul é o segundo do país com 73 mil pessoas, mas quando o tema é a educação, o Estado é o líder do ranking brasileito.

Em todo o Estado, são 800 acadêmicos matriculados em cursos de graduação e licenciaturas interculturais.

Um dos maiores incentivadoras do acesso do indígena à educação é o programa Rede de Saberes, parceria entre a UCDB (Universidade Católica Dom Bosca), UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e a
UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados).

Por meio de um convênio com a Fundação Ford, o projeto incentiva financeiramente a permanência dos indígenas na universidade. O projeto proporciona ainda a iniciativa à pesquisa e iniciação científica.

Com a liderança no ranking dos estados no plano da graduação, agora o objetivo é ampliar o acesso também para a pós-graduação.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions