A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019

10/05/2013 18:10

Estado não atinge a meta e secretaria prorroga vacinação contra a gripe

Gabriel Neris
Campanha de vacinação foi prorrogada para a próxima sexta-feira, 17 de maio (Foto: Marcos Ermínio)Campanha de vacinação foi prorrogada para a próxima sexta-feira, 17 de maio (Foto: Marcos Ermínio)

Foi prorrogado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) o encerramento da campanha de Vacinação Contra Gripe em Mato Grosso do Sul. De acordo com a secretaria, os municípios não atingiram 80% do público-alvo, que abrange gestantes, pessoas com 60 anos ou mais, mulheres até 45 dias após o parto, indígenas, crianças entre seis meses e dois anos, profissionais de saúde e doentes crônicos.

"É importante que as pessoas se conscientizem e busquem as vacinas nos postos de saúde em seus municípios. Com a chegada do período de temperaturas baixas, período de maior circulação do vírus, é necessário que a população-alvo esteja em sua maioria imunizada, já que a vacina começa a agir no organismo após 15 dias da aplicação", disse Bernardete Lewandowski, diretora de Vigilância em Saúde.

O objetivo da campanha é reduzir a mortalidade, complicações e internações provocadas por infecções do vírus da gripe.

"Com esta nova prorrogação, é necessário que as pessoas garantam a sua vacina para não correr risco de não encontrá-las mais nos postos após o término de mobilização", completa.

De acordo com o SI-PNI (Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações), Mato Grosso do Sul ainda está com 70% do público-alvo imunizado.



Se tivessem para todos já tinha atingido a meta mas o egoismo dos governantes não deixa uma colega minha levou a filha dela de 2 e alguns meses não quiseram dar a vacina porque não tinha mais 2 anos já tinha alguns meses depois que Brasil é esse
 
silvia mota em 10/05/2013 22:42:13
Eu acho um absurdo nós brasileiros pagantes de impostos não ter essa vacina disponível para qualquer idade, pois quem está cumprindo pena nas cadeias tem o direito de tomar a vacina e nós não, e ainda tem mais recebem uma bolsa reclusão de R$900 e poucos reais, enquanto o salário minimo esta em R$678,00, isto é uma vergonha.
 
Diego Rodrigues em 10/05/2013 19:44:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions