A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

01/02/2016 19:38

Evento internacional vai debater saúde sob o ponto de vista da sociedade

Congresso deve reunir representantes de dez países na Capital

Thiago de Souza
Vera Lúcia Kodjaoglanian é coordenadora do congresso sobre a saúde. (Foto: Divulgação)Vera Lúcia Kodjaoglanian é coordenadora do congresso sobre a saúde. (Foto: Divulgação)

Com o tema “Diferença sim, desigualdade não: Pluralidade na invenção da vida”, Campo Grande sedia, entre os dias 21 e 24 de março, o 12º Congresso Internacional da Rede Unida, na UCDB (Universidade Católica Dom Bosco).

O evento deve reunir cerca de cinco mil representantes de movimentos sociais, profissionais, pesquisadores, estudantes, professores e gestores das áreas da saúde e da educação em saúde, do Brasil e do exterior.

“O tema central visa valorizar a vida, enquanto representação da diversidade e também da singularidade, que se apresenta como um grande desafio no cotidiano, que nos confronta enquanto atores sociais. E, a partir disto, nos deixa a indagação: Como potencializar a interação social no sentido do respeito ao outro, à saúde e à vida?”, explica Vera Lúcia Kodjaoglanian, coordenadora do Congresso.

O objetivo principal do Congresso, segundo a organização, é fomentar o debate sobre temas principais da saúde e da educação em saúde.

A programação do evento está dividida em quatro grandes eixos: Trabalho na Saúde, Educação na Saúde, Gestão na Saúde e Participação Popular na Saúde.

Haverá 191 rodas de conversa e 68 mesas de debate, que falarãosobre os cerca de 3 mil trabalhos inscritos e relatos de experiências na área da saúde e da educação na saúde. Outras 43 mesas debaterão os mesmos quatro eixos com convidados de diversos países.

O Congresso abrigará, ainda, quatro fóruns internacionais: o 5º Fórum Internacional de Educação na Saúde, o 4º Fórum Internacional de Atenção Básica, o 3º Fórum Internacional de Cooperação na Saúde e Políticas Públicas e o 3º Fórum Internacional de Participação em Saúde, Políticas Públicas e Educação Cidadã.

Estes eventos contarão com a participação de pesquisadores, gestores e trabalhadores da saúde de países como a Argentina, Bolívia, Costa Rica, Colômbia, Cuba, Espanha, Estados Unidos, França, Haiti, Inglaterra, Itália, Paraguai e Uruguai.

Zika faz OMS declarar emergência internacional em saúde pública
A OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou, hoje (1), situação de emergência em saúde pública de interesse internacional, em razão do aumento de c...
Carro roubado no RJ é recuperado em estrada rumo ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions