A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

05/10/2013 08:55

Evento vai premiar os melhores alunos negros de escolas da Capital e Jaraguari

Francisco Júnior
Premiação vai ser realizada no dia 23 de novembro deste ano. (Foto: Divulgação)Premiação vai ser realizada no dia 23 de novembro deste ano. (Foto: Divulgação)

Como parte da comemoração ao Mês da Consciência Negra (celebrado dia 20 de novembro), no dia 23 de novembro será realizada a 3ª edição do Prêmio Negro Nota ‘10’ 2013.

O evento é uma parceria da ONG Projetarts Brasil, com o apoio do governo estadual, por meio da Subsecretaria da Mulher da Promoção da Cidadania e da Coordenadoria Especial de Políticas para a Promoção da Igualdade Racial (Cppir/MS), em parceria com a Secretaria Estadual de Educação (SED).

A premiação será feita aos melhores alunos da Rede Estadual de Ensino dos municípios de Campo Grande e Jaraguari que apresentarem melhor desempenho escolar. Os alunos contemplados serão premiados com notebooks e tablets (doados pela SED), dentre outros prêmios.

De acordo com o diretor-presidente da Projetarts Brasil, Joel Penha, o principal objetivo do projeto é trabalhar a autoestima do aluno, despertando-o para a valorização da cultura negra, com incentivo a educação. “Durante o evento, além da premiação também será realizada uma palestra sobre a lei 10.639/2003”, disse Penha, ao lembrar que o governador André Puccinelli, por meio do programa Escola para o Sucesso, já tem realizado inúmeras premiações com a entrega de tablets e bicicletas aos melhores alunos da Rede Estadual de Ensino, na Capital e no interior do Estado.

A parceria entre o governo e a Projetars Brasil, para a realização do evento, foi firmada oficialmente no mês de julho deste ano, por meio da Subsecretaria da Mulher e a Cppir/MS. A meta é premiar alunos negros do ensino fundamental da rede estadual. “Esses estudantes terão que ter boas notas, boas frequências em sala de aulas e têm que ter um sonho de fazer uma faculdade. A SED tem sido uma parceira principal neste projeto, através das articulações com as escolas e com a doação dos tablets”, comentou Penha.

Já na opinião da coordenadora da Cppir/MS, Raimunda Luzia de Brito, é de suma importância a iniciativa de uma pessoa que também faz parte da comunidade negra do Estado em realizar trabalhos que envolvem jovens e adolescentes afros que estão nas escolas. “É através da educação que nós vamos conseguir melhorar nossa população negra. Só através da educação é que nós vamos conseguir vencer e superar as barreiras da discriminação e de menosprezos que nos são impostas pela sociedade”, disse a professora Raimunda.

Joel Penha ainda informou que a meta é realizar no próximo ano, em parceria com o governo estadual, o Concurso de Redação sobre a Cultura Negra, com o tema: “Histórias, Conquistas e Contribuições dos Povos afro-brasileiros”, voltado aos alunos negros do ensino médio e ensino fundamental das escolas públicas estaduais.

Com base na lei 10.639/2003, que declara a obrigatoriedade do ensino da história geral da África e da história da população negra no Brasil, nos estabelecimentos de ensino fundamental e médio, público e privado, o programa do Projetars Brasil visa fomentar essa lei nas escolas públicas, gerando interesse e motivação para o seu cumprimento, tanto para alunos quanto para a escola.
Ação afirmativa

De acordo com o Estatuto da Igualdade Racial (lei 12.288, de 20 de julho de 2010), os programas de ação afirmativa constituir-se-ão em políticas públicas destinadas a reparar as distorções e desigualdades sociais e demais práticas discriminatórias adotadas, nas esferas públicas e privadas, durante o processo de formação social do País.

Serviço – A premiação vai ser realizada na Fetems, que fica na Rua 26 de agosto, 2296 – Bairro Amambaí, em Campo Grande/MS.

 



Meus alunos não têm raça e nem cor, são todos cidadãos com os mesmos direitos, deveres, inteligentes e capazes.
 
Hilda França em 05/10/2013 08:56:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions