A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018

07/07/2009 10:26

Ex-prefeito e ex-secretário estadual são alvos da PF

Redação

O ex-prefeito de Dourados, Laerte Tetila, o filho dele André Tetila, e o ex-secretário de Saúde do Estado, João Paulo Esteves, também estão entre envolvidos em esquema que desencadeou a Operação Owari, da Polícia Federal.

Não há informação se os dois foram chamados para prestar esclarecimentos ou presos por fraude em licitações que beneficiaram a família Uemura, em Dourados.

O ex-secretário estava em Campo Grande, mas já foi encaminhado a Dourados.

Durante a administração de Tetila, em 2007, o Hospital Evangélico deixou de atender pelo SUS e no projeto de reestruturação da prefeitura foi arrendado por 5 anos o Hospital Santa Rosa, que passou a ser o Hospital da Mulher, por R$ 100 mil ao mês.

Neste ano, o Evangélico voltou a atender pelo SUS, mas o acordo com o Santa Rosa ainda deve vigorar até 2012.

A esposa de Laerte Tetila, Zonir Tetila, atendeu hoje o telefone do ex-prefeito hoje, mas negou a prisão do marido e do filho, que é cirurgião dentista na cidade.

Segundo ela, Tetila havia saído para "resolver problemas pessoais".

Segundo o site Dourados News, na lista de presos estão os secretários da atual gestão, Jorge Dauzacker, Carlos Ióris e Carlinhos Cantor, os empresários Sizuo Uemura e Helena Uemura, os filhos do casal Eduardo Uemura e 'Dinho' (detido em São Paulo), os vereadores Paulo Henrique Bambu e Sidlei Alves, o ex-assessor da secretaria municipal de Saúde, Evandro Rosa, a ex-servidora do município Clarice Sanches (IPTU), o empresário Everaldo Dias e o filho do ex-prefeito de Dourados, André Tetila.

Também estão detidos o secretário de Governo, Darci Caldo, a assistente da prefeitura Márcia Fagundes, a empresária Maisa Uemura e o ex-secretário de Gestão, José Carlos Coinethe.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions