A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

27/09/2013 08:10

Expedição de 2,7 mil km e 6 dias quer aumentar o escoamento de grãos

Aliny Mary Dias
Saída está marcada para as 9 horas de hoje (Foto: Aliny Mary Dias)Saída está marcada para as 9 horas de hoje (Foto: Aliny Mary Dias)

Começa, às 9 horas desta sexta-feira (27), a expedição de 90 pessoas e 30 caminhonetes que irão percorrer 2,7 mil quilômetros até chegar no porto de Iquique no Chile. O objetivo dos empresários, políticos e agricultores é mostrar que a Rota do Pacífico é uma opção viável para o escoamento da produção de grãos e carnes de Mato Grosso do Sul.

O representante da Scania caminhões em Mato Grosso do Sul, Fabio Rezende, explica que foram mais de dois anos de planejamento para colocar em prática a travessia ousada de três países.

“Nós chegaremos em Iquique no Chile no dia 2 de outubro e voltaremos no dia seguinte. Já temos tudo organizado com relação a estadia em hotéis e parada em postos”, afirma.

O comboio das caminhonetes Volkswagen Amarok será dividido em 15 veículos por vez, por orientação da PRF (Polícia Rodoviária Federal), que também participa de parte da organização rodoviária do evento.

Com o tema “unindo povos, ligando oceanos”, a expedição terá a primeira parada em Corumbá ainda hoje, amanhã o trecho continua em Santa Cruz, Cochabamba e La Paz, na Bolívia. O percurso termina com a visita a dois portos chilenos, o Arica e Iquique.

“Os dois portos de escoamento do país estão estrangulados. O porto de Santos e o Paranaguá vivem a superlotação e queremos mostrar que essa alternativa do Pacífico é possível e viável para escoar nossa produção”, explica Fabio.

Para cumprir os seis dias de expedição, as caminhonetes não precisaram passar por grandes adaptações. As únicas mudanças foram a instalação de rádios comunicadores e tambores para estocar o diesel utilizado nos veículos.

Ruy Fachini é diretor secretário da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso do Sul) e ressalta a importância da viagem para o futuro do agronegócio do Estado. “É um projeto que visa mostrar uma rota alternativa, é ousado, mas temos certeza que iremos conseguir resultados positivos com essa expedição”, diz.

Segundo setores do transporte, o trajeto deve reduzir custos e agilizar a chegada das cargas até a China e a Índia. O setor acredita que com a rota alternativa pode ocorrer redução de sete mil quilômetros no transporte marítimo até a Ásia, o fim das filas nos portos e a diminuição de até 70% dos gastos com taxas de embarques.

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...


não se esqueçam um dos idealizadores e que começou esta luta foi o ex governador zeca mas não existia pac pois foi no inicio do governo lula e no estado niguem quis aderir a causa se houver duvidas é só pesquisar e verar q o q digo é verdade
 
narcizo amorim em 27/09/2013 11:58:46
ELES SO ESQUECERÃO UMA COISA, QUEM É LOCO DE ENTRAR COM UMA CARRETA CARREGADA NA BOLÍVIA É ENTRAR E NÃO SAIR MAIS !
 
fleury marques em 27/09/2013 11:07:05
BRILHANTE INICIATIVA DO SETOR INDUSTRIAL / PRODUTIVO BOA SORTE NA VIAGEM DE IDA/VOLTA SUCESSO NOS NEGÓCIOS!!!!!!!!
 
JUAN LUIZ SOTO OVIEDO em 27/09/2013 11:03:24
Parabenizo a iniciativa dessa verdadeira "cruzada", pois vencer os donos do Canal do Panamá não será fácil. Boa viagem e sucesso a todos.
 
Carlos Cordeiro em 27/09/2013 10:16:37
Que massaa quero ir tbmmm....
 
Valéria Silva em 27/09/2013 10:03:02
A exportação pelo porto de Iquique no Chile depende exclusivamente do Brasil porque a Bolívia não esta nem ai, afinal eles não tem nada para exportar, a não ser a coca. O Brasil está construindo sozinho rodovias na Bolívia para que as exportações através do Chile torne-se realidade.
 
Marcos Wild em 27/09/2013 09:49:39
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions