A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

16/07/2008 15:00

Falta de capacete gerou suspensão de 472 CNHs em 6 meses

Redação

Embora os motociclistas sejam os mais vulneráveis no trânsito e portanto as principais vítimas dos acidentes, dados do Detran (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) mostram que muitos ainda são descuidados quanto ao principal item de segurança: o capacete.

A falta de capacete para os pilotos ou caronas gerou em Campo Grande o maior número de suspensões de CNH (Carteira Nacional de Habilitação) do primeiro semestre deste ano: 472. A infração é considerada gravíssima pelo Código de Trânsito, gera multa de 180 Ufirs (cerca de R$ 191,00) e suspensão do direito de dirigir.

O comandante da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito), Edmilson Lopes da Cunha, alerta que, além do não uso do capacete, o uso incorreto também gera a mesma punição. O equipamento, afirma, precisa estar corretamente afivelado e viseira abaixada.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions