A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

26/10/2010 09:10

Família de músico vai à delegacia de homicídio

Redação

A mãe e irmã do músico Rodrigo de Barros Paiva, vocalista e guitarrista da banda Rivers, conversaram hoje com o delegado Luiz Carlos Rodrigues da Silva, titular da DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídio), sobre o caso de desaparecimento há cinco dias.

Só enquanto a família esperava por informações no saguão da DEH, às 10h de hoje, o boletim de ocorrência do desaparecimento do músico, que foi feito na noite de sexta-feira (22) na Cepol, chegou à delegacia especializada que também investiga desaparecimentos.

No momento, o delegado falava que nada podia fazer sem o boletim, mas instantes depois, com o documento em mãos chamou as duas para conversar sobre o caso.

Mãe e filha afirmam que um novo rumor surgiu quanto ao paradeiro de Rodrigo. "Um conhecido dele disse que viu Rodrigo embarcando no aeroporto", afirmou Catarina de Barros Paiva, 50 anos, destacando que prefere "acreditar no melhor, que ele está bem".

A informação, que não foi confirmada, será repassada à delegacia com a intenção de levantar os dados dos últimos vôos da Capital.

O delegado Luiz Carlos afirmou que nada foi feito até o momento quanto ao caso porque o boletim ainda não havia sido encaminhado à delegacia pela 1ª DP, que é responsável pela distribuição às delegacias especializadas. Segundo ele, este processo de distribuição "não pode demorar", no entanto ele admitiu que "tem até caso de homicídio que não chega".

Segundo ele, familiares e pessoas que dizem ter visto Rodrigo serão ouvidas para dar início às investigações.

O delegado Pedro Espíndola afirmou que o boletim de ocorrência do desaparecimento não é de responsabilidade nem passou pela 1ª DP e que é de responsabilidade da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento à Comunidade) a distribuição de boletins às delegacias especializadas.

Ontem a 5ª sessão da Polícia Civil também havia informado que o boletim estaria na 1ª DP, no entanto, Espíndola disse que se trata de equívoco, pois, a 1ª DP tem competência de apuração dos fatos que ocorrem em área determinada, assim como as outras delegacias de polícia.

(Matéria editada às 12h28 para acréscimo de informações)

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions