A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

04/10/2010 14:06

Família não quer saber motivo de disparo que matou jovem

Redação

A família de Gleiciano Ferreira Cavalcante, que morreu nesta segunda-feira depois de levar um tiro no último sábado, estava muito abalada e não demonstra interesse em saber as circunstâncias da morte do adolescente. O caso aconteceu no Jardim Monumento, região Sul de Campo Grande.

O garoto morreu depois que um disparo acidental o atingiu na cabeça. O pai de Gleiciano estava inconsolável. "Já perdi meu filho. Agora nada mais importa", lamenta José Carlos Cavalcante, de 43 anos, motorista.

Ele contou que há duas casas no mesmo terreno na Rua Francisco Amaral Militão, onde o crime ocorreu. José Carlos morava com a esposa e os três filhos na casa da frente. Nos fundos, é a residência da irmã dele, Ana Aparecida Cavalcante.

Gleiciano estava com um primo, identificado até o momento como Elvis, de aproximadamente 22 anos, na casa dos fundos, por volta das 21h30, quando a família ouviu um disparo.

Ao chegar à residência, encontraram o jovem bastante ensangüentado, mas a arma do crime não foi localizada. "Não sabemos de quem é a arma, como foi parar lá e o que eles estavam fazendo.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions