A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018

04/02/2010 14:01

Famílias ficam e área do Forte Coimbra será revitalizada

Redação

Oito anos depois de tentar remover os moradores civis do Forte Coimbra, construído em 1775 e considerado patrimônio nacional, um acordo entre o MPF (Ministério Público Federal), Exército e SPU (Secretaria do Patrimônio da União) vai garantir a permanência dos moradores, a recuperação das 116 residências e a revitalização da área de 10 mil hectares.

Base da 3ª Companhia de Fronteira do Exército, o Forte Coimbra fica a três horas de barco da cidade de Corumbá, localizada a 426 quilômetros de Campo Grande. Em 2002, somente 10 moradores aceitaram a regularização. Na época, o CMO (Comando Militar do Oeste) pensou em remover a população civil da região, mas faltou área disponível e optou-se pela busca de acordo para garantir a permanência da população tradicional no Forte.

Agora, por meio do MPF, foi assinado um acordo para manter as famílias na região. Segundo o órgão, das 75 construções civis edificadas de 1930, 30 são ocupadas por civis, 38 por militares e sete estão vazias. Outras 41 casas da União são ocupadas por militares.

Histórico

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions