A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2019

17/08/2010 21:56

Fazendeiro vendia bois de arrendatários e alegava furto

Redação

O fazendeiro Sérgio Jacinto Guimarães, proprietário da Fazenda Guassu, em Angélica (263 km de Campo Grande), foi indiciado por ter vendido bois dos arrendatários Odilo Vieira de Medeiros e Eloy Jacob Thomas. Aos donos das cabeças de gado Sérgio informava apenas que os animais haviam sido furtados.

Os "furtos" dos 474 bois (300 de Odilo e 174 de Jacob) ocorreram entre os meses de fevereiro e abril deste ano, de acordo com o delegado Antonio Carlos Videira, da Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes da Fronteira).

Encaminhado ontem à delegacia, Sérgio contou aos policiais que vendeu os animais porque precisava de dinheiro. Ele confessou as vendas e foi indiciado por furto qualificado.

A Defron já conseguiu recuperar 107 cabeças de gado de Odilo e 76 de Eloy. As ações para a recuperação dos animais terminaram ontem.

Como ao lado da propriedade de Sérgio há um acampamento de sem terra, assim que eles souberam que o fazendeiro havia cometido o crime de furto, automaticamente invadiram a Fazenda Guassu.

Sérgio e o capataz Carlos Alberto Alves Farias, que sabia de toda a ação fraudulenta, podem ter as prisões preventivas decretadas nos próximos dias.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions