A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

09/02/2010 11:01

Fechada fábrica de temperos onde havia até ratos

Redação

Operação feita esta manhã, por policiais da Decon (Delegacia Especializada de Atendimento ao Consumidor) e fiscais da Vigilância Sanitária fecharam esta manhã uma fábrica clandestina de temperos, que funcionava em uma residência no Conjunto Residencial Recantos dos Rouxinóis, no Jardim das Perdizes, em Campo Grande. No local, foram encontrados ratos e baratas. Os produtos não têm marca.

Segundo o delegado Adriano Garcia Geraldo, foram apreendidos mais de 250 quilos de produtos, entre condimentos, feijão, farinha e alho in natura. No local, produtos eram processados e embalados sem condições mínimas de higiene.

O chefe do setor de alimentos da Vigilância Sanitária, Milton Zaleski, explica que desde 2007 tenta a regularização da fábrica. No entanto, nas últimas inspeções, os fiscais foram impedidos de entrar no local e, por este motivo, foi montada a operação.

O delegado explica que durante a fiscalização, pelo menos sete ratos foram mortos a vassouradas, no local onde era feita a manipulação dos alimentos.

Segundo o delegado, trata-se de um crime contra as relações de consumo. A pena prevista varia de dois a cinco anos.

O proprietário da fábrica responderá a processo administrativo, além do criminal. Ele presta depoimento na Decon, neste momento.

Montante -

Começa na segunda-feira prazo para alunos da UEMS fazerem rematrícula
Quem já é aluno da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) tem prazo de segunda-feira, 22 de janeiro, até a 3 de fevereiro para confirmar ...
Capes recebe até esta sexta-feira inscrições a 400 bolsas de estudo
A Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) recebe até amanhã (19) inscrições para programas no exterior. São 400 vagas dis...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions