A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

23/11/2008 09:47

Ferrari volta a leilão por quase a metade do preço

Redação

Nesta quinta-feira (27) volta a leilão a Ferrari 355 GTS (ano 1995) avaliada R$ 210 mil. O veículo pode ser visitado a partir de terça-feira, ele é um dos lotes de bens apreendidos pela Justiça Federal que será colocado à venda pela segunda vez.

Agora o lance mínimo pela Ferrai é de quase metade do valor da avaliação, apenas R$ 126 mil. O carro já tinha ido a leilão no último dia 11, mas ninguém ofereceu o lance inicial de R$ 210 mil, por isso o valor baixou nessa segunda tentativa e os interessados poderão oferecer o lance mínimo. Segundo o site de leilões, o veículo se encontra em bom estado.

Hyran Garcete era o dono da Ferrari, ele foi preso em outubro de 2006, acusado de contrabando de cigarros. Durante a Operação Bola de Fogo, que desmantelou a quadrilha de Garcete, foi determinado o seqüestro de mais de 80 imóveis, 180 veículos e um avião.

Outro bem que volta a ser oferecido é a aeronave Embraer Carioca, ano 1976, avaliada em R$ 80 mil, que na quinta-fera poderá ser arrematada pelo lance mínimo de R$ 48 mil. O avião encontra-se desmontado.

Dos trinta itens que foram oferecidos no dia 11 de novembro, apenas três foram arrematados, outros sete foram cancelados e os vinte restantes estarão disponíveis para a visitação pública nos dias 25 e 26 de novembro das 9h às 17h no depósito Justiça Federal, que fica na rua Passos, Nº 169, bairro São Francisco. 

O leilão será no auditório da Justiça Federal, a partir das 8 horas, no Parque dos Poderes, e será em duas modalidades: presencial e online. Quem preferir participar do leilão virtual tem de fazer seu cadastro com até 24 horas de antecedência no site www.leiloesjudiciais.com.br .

Quarta vez - Neste ano, a Justiça Federal já realizou três leilões em Campo Grande, com R$ 3,3 milhões arrecadados. O primeiro ocorreu no dia 13 de agosto, mas somente oito lotes foram arrematados, no valor total R$ 1,12 milhão.

Na segunda tentativa, em setembro, a 3ª Vara Criminal da Justiça Federal conseguiu atingir quase 70% da meta estabelecida, fechando o certame com faturamento de R$ 2,5 milhões. Apesar de ficar 30% abaixo do esperado, a venda surpreendeu os organizadores pelo arremate de imóveis por quase o dobro do lance inicial, com ágil superior a 40%.

O último foi no dia 11 de novembro, quando somente três itens foram arrematados: um Mitsubishi Pajero (R$ 20 mil), uma Chevrolett S-10 (R$ 30 mil) e um Volkswagen MP Lafer (R$ 10 mil).      

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions