A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Novembro de 2018

03/09/2008 21:44

Força Nacional pode vir a MS com greve em presídio

Redação

O Depen (Departamento Penitenciário Nacional) solicitará apoio à Força Nacional de Segurança, caso os agentes penitenciários federais cumpram a promessa de greve a partir desta quinta-feira, em Campo Grande.

"Todo serviço é essencial em uma unidade como essa. Nada pode parar. Se essa greve for levada adiante, o governo vai acionar imediatamente a Força Nacional", disse o diretor-geral do Depen, Aírton Michels em entrevista ao jornal Folha de São Paulo.

Ele considera o movimento de paralisação como precipitado e garante que o governo está aberto à negociações com a categoria.

Os agentes já anunciaram que a partir do dia 4 ficarão suspensas visitas, visitas intimas, atendimento de advogados e o banho de sol. A decisão foi tomada na última segunda-feira durante assembléia geral de categoria.

O motivo foi a aprovação da Medida Provisória 441 que reestrutura a carreira do agente penitenciário, que reduziu os vencimentos dos agentes entre 15% a 20%, além de aumenta a carga de trabalho para 196 horas por mês, enquanto o restante dos servidores federais têm de trabalhar apenas 160 horas, reclama a categoria

Para cumprir a lei de greve, 30% dos servidores vão manter o trabalho na unidade

Será a segunda paralisação neste ano. A primeira vez, em julho, ocorreu porque outra MP reduziu o salário dos agentes em até 60%, o que foi revertido após o movimento de greve.      

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions