A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

02/03/2010 17:40

Fórum diz que todos falharam sobre criança assassinada

Redação

O Fórum Estadual de Defesa da Criança e do Adolescente fez uma reunião extraordinária hoje para discutir o que provocou a morte de uma menina de 3 anos. Ela pode ter sido assassinada pela mãe e padrasto, que já estão presos. O grupo aponta falha coletiva no atendimento feito pela rede de proteção à menina Rafaela, morta no último domingo (28) com sinais de espancamento.

"Em vários casos eles erram uma coisa de cada vez, mas dessa vez eles erraram todas em uma só", destacou o representante do Ibiss/CO (Instituto Brasileiro de Renovações Pró-Sociedade Saudável do Centro-Oeste), Diarlon Torres, de 23 anos durante a reunião, que foi acompanhada pelo Campo Grande News .

Representantes de entidades que defendem os direitos da criança participaram nesta tarde do encontro, também para decidir os encaminhamentos a serem dados para o caso que, segundo eles, reflete as deficiências da rede de atendimento na Capital.

Após a reunião, realizada na sede do Ibiss, o Fórum formado por cerca de 20 entidades não-governamentais irá solicitar ao MPE (Ministério Público Estadual) que acompanhe o caso.

Além disso, os representantes da sociedade civil organizada irão encaminhar o assunto como pauta a ser discutida na reunião do Conselho Municipal da Criança, que será realizada na próxima terça-feira (9), para que seja proposta audiência pública sobre o assunto.

De acordo com as entidades, o que aconteceu com a menina Rafaela é apenas o reflexo da precariedade do atendimento feito às crianças.

Durante o encontro, foi ressaltado que Rafaela passou por todos os segmentos públicos de atendimento à criança

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions