A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

07/05/2010 07:22

Frigorífico negocia com funcionários grevistas

Redação

Um grupo de funcionários do frigorífico Beef Nobre, na saída para Aquidauana, foi recebido há pouco pela direção da empresa, para negociação, depois de entrar em greve na madrugada.

A categoria quer que o acordo fechado em outros frigoríficos seja seguido pela unidade, com piso salarial de R$ 570,00, reajuste de 7% a quem recebe acima do piso, participação nos lucros, plano de saúde e folga aos sábados.

Outro ponto refutado pelos funcionários é que a empresa, segundo eles, tem cortado o sacolão mesmo quando as faltas são justificadas.

Segundo o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carnes e Derivados de Campo Grande, Vilson Gimenes Gregório, o movimento é pacífico.

Não está bloqueada a entrada ou saída de caminhões, mas com os funcionários parados os 620 abates programados para esta sexta-feira ficam comprometidos.

Um funcionário, de 20 anos, que há sete meses trabalha no frigorífico, reclama que a empresa não paga horas extras. Ele diz que é contratado para trabalhar de 6 às 14 horas, mas que fica até às 17 horas, sem receber mais por isso.

Além da jornada excessiva, ele reclama do acúmulo de função. "Sou contratado para trabalhar no abate, mas muitas vezes faço serviço de manutenção", diz.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions