A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

10/05/2010 08:40

Gaeco caça 3 suspeitos de ações ordenadas dos presídios

Redação

Agentes do Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado) ainda tentam capturar três pessoas, suspeitas de envolvimento em ações criminosas coordenadas de dentro dos presídios. A ação para capturar integrantes de facções criminosas teve início às 6h30 de hoje.

Foram expedidos 9 mandados de prisão e quatro de busca e apreensão.

Das nove pessoas que deveriam ser presas, seis já estão na sede do Gaeco.

Entre eles está José Cláudio Arantes, o Tio Arantes, que é suspeito de organizar roubos de dentro da CPA (Colônia Penal Agrícola), onde cumpria pena em regime semiaberto desde 16 de abril.

Detalhes da operação são mantidos em sigilo, assim como os nomes dos presos.

A esposa e uma nora de Arantes foram presas. No Bairro Santa Emília, a Polícia conseguiu recuperar duas motos roubadas.

Uma advogada também está entre os presos, segundo informações da Polícia.

José Cláudio Arantes é considerado um preso bastante perigoso, principalmente pelo papel de liderança entre os detentos. Ele já chegou ficar preso na penitenciária federal de segurança máxima de Catanduvas, após o motim do dia 14 de 2006.

A rebelião, que durou 25 horas, ocorreu simultaneamente aos ataques promovidos no mesmo ano pelo PCC em São Paulo, quando policiais foram mortos, unidades da polícia atacadas e 50 presídios tiveram motins.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions