A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

03/07/2018 07:54

Gaeco vai às ruas com 10 mandados para desmascarar fraude em concurso

Equipes vasculham endereços em busca de provas contra esquema de entrada no serviço público "pela porta dos fundos"

Anahi Zurutuza e Mayara Bueno
Sede do Gaeco em Campo Grande (Foto: Fernando Antunes/Arquivo)Sede do Gaeco em Campo Grande (Foto: Fernando Antunes/Arquivo)

Equipes do Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado) estão nas ruas de Campo Grande e Aparecida do Taboado nesta terça-feira (3) para cumprir 10 mandados de busca e apreensão.

A assessoria de imprensa do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) não informou mais detalhes sobre a Operação Back Door. Contudo, o Campo Grande News apurou que o objetivo é desmascarar esquema de fraude em concurso público aberto em Aparecida do Taboado.

Não há informações sobre de qual concurso se trata, mas o mais recente aberto na cidade a 481 km de Campo Grande teve provas para procurador do município, que aconteceriam no dia 24 de junho, suspensas por decisão liminar da 2ª Vara Cível de Aparecida do Taboado.

O mandado de segurança com pedido de suspensão foi impetrado pelo MPMS, que apontou “inadequações para investidura no cargo de procurador”. O certame, entretanto, foi aberto para contratar servidores para várias outras funções, de engenheiro a telefonista.

O nome da operação “refere-se à ‘porta de trás’, utilizando uma tradução literal”, segundo a chefe do Gaeco, promotora Cristiane Mourão. “É uma referência às pessoas que querem ingressar no serviço fraudando o concurso público, ou seja, querem ingressar ‘pela porta dos fundos’”, completou.

Matéria alterada às 8h28 para correção de informação.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions