A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

10/12/2010 07:10

Bando mata jovem com três tiros no Jardim Los Angeles

Aline Queiroz

Vítima chegou a ser socorrida e não resistiu aos ferimentos

Adalberto da Silva Vital, 22 anos, morreu após ser atingido por três tiros, um deles na cabeça. Os autores efetuaram os disparos em frente à casa da vítima, na Travessa Ana Maria Sherer, Jardim Los Angeles, em Campo Grande.

Segundo a PM (Polícia Militar), um grupo de adolescentes chegou ao local em bicicletas e um dos integrantes do bando atirou quatro vezes contra Adalberto.

O crime ocorreu às 18h39 de ontem, a vítima chegou a ser socorrida e não resistiu aos ferimentos.

Adalberto foi atingido na cabeça, braço e ombro. A Polícia tem informações sobre o autor dos disparos, que estava com camisa xadrez, bermuda jeans e tem cabelo comprido e liso.

 Bando mata jovem com três tiros no Jardim Los Angeles

Segundo um familiar, que não quis se identificar, no sábado ele estava em uma conveniência no Jardim Macaúbas quando o grupo dos autores chegou.

O bando teria dito ao jovem: “Você deve uma pedra a ele e vai ter que pagar”.

Na versão do familiar, que foi relatada pelo próprio Adalberto, a suposta dívida teria sido contraída com o rapaz apontado como autor dos disparos.

Na primeira vez, ele conseguiu escapar porque ligou para os amigos e, assim, a gangue fugiu.

Na terça-feira, Adalberto foi surpreendido em casa e conseguiu pular muros ao ver o bando. O jovem novamente procurou o familiar para contar a ameaça sofrida.

Já na noite de ontem, Adalberto não conseguiu escapar, foi baleado no ombro, no braço e na cabeça, acabou socorrido e faleceu.

O parente da vítima não sabe dizer qual seria o motivo do crime. Antecendentes - Adalberto saiu da cadeia em liberdade condicional no mês de março.

Ele tinha passagem por roubo, no entanto, a família não sabe se o crime tem relação com o tempo que esteve preso.

Na casa da mãe de Adalberto, que fica perto do local do crime, familiares estão revoltados.

“Já mataram e ninguém fez nada”, diz uma irmã.

ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


os jovens precisa de limites, hora para sair e para chegar em casa, hoje eles tem muita liberdade sem responsabilidade, tem que mudar para mane-los vivos e não matar ninguem.
 
rute ferreira de matos em 10/12/2010 10:15:59
e uma pena que o nosso sistema de segurança tenha falhas...pois o centro da capital esta cheio de policiais o que e louvavel mas e a periferia como fica ...no caso deste jovem levou mais de vinte minutos para chegar uma viatura da policia....acho que esta na hora do governo parar de pensar em arrecadação e olhar mais para o seu povo.
 
Jonathan malaquias em 10/12/2010 09:08:35
O poder publico tem uma parcela de culpa sim,mas só ele sabe pq morreu e que "pedra"ele devia pro cara,hj em dia esta assim bandido mata em troko de divida
naum paga,infelizmente...
 
Edson Sobrinho em 10/12/2010 03:14:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions