A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

24/05/2009 11:23

Garras caça último acusado de assaltar casa de prefeito

Redação

O Garras (Grupo Armado de Repressão a Assaltos e Sequestros) identificou os seis acusados de terem participado de assalto a casa do prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB). O acusado de comandar a suposta quadrilha é o empresário identificado como Moacir, dono da livraria instalada dentro de uma escola particular na Capital.

Só falta prender o elo entre ele e cinco contratados para roubar o prefeito, que seria integrante da organização criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital). Este é o único foragido, segundo uma fonte da Polícia Civil. Contudo, o homem já foi identificado e uma equipe do Garras já está no seu encalço.

Cinco detidos tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça, além de um adolescente envolvido na primeira tentativa de assalto ao filho do prefeito, uma semana antes da invasão a residência da família, na rua da Paz.

A apresentação dos suspeitos ocorrerá logo após a prisão do sexto envolvido. A causa do roubo seria a falta de dinheiro para a aquisição de drogas pelo dono da livraria. Além de ser dependente, a empresa de Moacir estaria passando por dificuldades financeiras.

Conforme os policiais envolvidos na investigação, a mesma quadrilha realizou duas investidas contra a família do prefeito. Na primeira, eles renderam o filho de Nelsinho, Nelson Trad Neto, e sua esposa, a secretária municipal de Assistência Social, Maria Antonieta Trad.

Na ocasião, era uma dupla, que teve a participação do adolescente detido no decorrer das investigações. Na ocasião, na noite de 30 de abril passado, eles fugiram no veículo do empresário, um Gol Trend.

No segundo roubo, no dia 5 deste mês, seis homens participaram do roubo. Cinco invadiram a casa e renderam o prefeito. Na ocasião, amarraram o segurança e o motorista e ameaçaram cortar os dedos de Nelsinho. Nesta oportunidade, o grupo fugiu também no Gol Trend, supostamente dirigido pelo dono da livraria.

O Garras decretou sigilo nas investigações. O primeiro a ser detido e que teve o nome divulgado foi Ailton Lira Fogaça dos Santos. Ele foi preso após policiais localizarem um veículo Palio Weekend roubado no Jardim dos Estados, perto da casa do prefeito.

Termina na 4ª feira prazo para adotar cartinha e ajudar Papai Noel dos Correios
Termina na próxima quarta-feira (dia 13) o prazo para quem quiser adotar uma cartinha do projeto Papai Noel dos Correios. Os interessados devem compa...
Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions