A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

24/08/2009 19:59

Golpista ameaça "quebrar" clínica por causa de R$ 100

Redação

Um golpista, identificando-se como secretário do diretor-presidente da Unimed de Campo Grande, telefonou hoje para uma clínica médica na rua Abrão Júlio Rahe, no Centro, e solicitou a contribuição de R$ 100 para uma "campanha".

A médica proprietária da clínica autorizou a contribuição e disse que deixaria o dinheiro com a secretária na recepção do local. Mais tarde, o estelionatário, que se identificou como Junior, novamente ligou para o local e esclareceu que pediria a um mototaxista para pegar os R$ 100.

Ficou combinado de que o mototaxista levaria o dinheiro até a sede da Unimed, mas quando ele estava na clínica pegando a quantia, recebeu uma ligação de Junior, que pediu para que a verba fosse entregue em uma lan house. O mototaxista pegou o dinheiro e deixou um cartão de visita na clínica.

Durante conversa com outra profissional da saúde, a medica da clínica comentou sobre o dinheiro da campanha e foi informada de que era um golpe. Imediatamente ela ligou para o mototaxista, esclareceu o ocorrido e pediu que ele retornasse com o dinheiro.

Horas depois, o golpista ligou na clínica e ameaçou a médica, alegando que "sabia que ela tinha avisado a polícia" e a questionou porque havia feito isso. Durante a ligação, o estelionatário prometeu "quebrar" toda a clínica e disse que entre 15 e 20 dias, "todos da clínica teriam uma surpresa".

A ocorrência foi registrada pela médica na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions