A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

09/12/2010 10:37

Governo e Fetems tenta nesta tarde consenso sobre política salarial

Marta Ferreira

Perto do fim do prazo para mandar para a Assembleia Legislativa o projeto para a política salarial do próximo ano dos professores da rede estadual de ensino, o governador André Puccinelli (PMDB) e dirigentes da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) tentam novamente nesta tarde o consenso. A reunião está marcada para as 16h30, na Governadoria.

A data-base dos professores é janeiro e por isso existe a pressa em concluir as negociações.

A Fetems quer que seja estabelecida uma política salarial para três anos, 2011, 2012 e 2013, quando a entidade pretende que esteja sendo pago aos professores o valor nacional do piso da categoria para uma jornada de 20h.

Hoje, os professores recebem este valor, de R$ 1.187, para a jornada de 40h.

Outra reivindicação da Federação é a incorporação, em 2011, de 40% ao salários, referentes à regência de classe, valor que recebe o professor que está em sala de aula.

Também foram apresentados pedidos de reajuste para os servidores administrativos da educação, que trabalham 30 horas semanais.

A Fetems representa 25 mil servidores da Educação.



Tanto os professores, que são educadores quanto os servidores do Sistema Penitenbciário-AGEPEN, que são reeducadores, merecem bons salários, pois suas funçõies são altamente desgastantes e perigosas.
 
Ezequiel Rodrigues dos Reis em 09/12/2010 02:41:43
Parabéns à FETEMS, órgão representativo da laboriosa categoria responsável pela formação da elite pensante, que não obstante todas as intempéries elecandas pela comentarista Nilcéa M.X.dos Santos, as conquistas alcançadas se devem a muito esforço, persistência e um constante suar a camisa. Lamentavelmente muitos políticas saíram das salas de aula e hoje estão em seus gabinetes num misto de cafezinhos e ar condicionado mas de costas para a valorosa categoria.
Vamos nessa companheiros, juntos somos fortes.
Adão José Pereira, há 39 anos ajudando a escrever a história através da educação.
 
Adão José Pereira em 09/12/2010 02:26:43
É merecido aos professores um aumento de salário digno...., além do risco q hje estão expostos em sala de aula doam suas vidas na educação e formação de cidadão.....Além do extress, depressão que acarretam no decorrer de sua carreira profissional! Para ter um salario melhor...as vezes tem que dar dois a tres periodos de aulas....acarretando funções....levando trabalho para casa. E o descanso? E o Lazer? E a Família?
 
Nilcéa M.X.dos Santos em 09/12/2010 01:53:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions