A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

12/11/2015 17:22

Governador reduz tempo para promoção de policiais e bombeiros

Michel Faustino
O ato de assinatura do projeto de Lei Complementar que aconteceu na sala de reuniões da Governadoria, no Parque dos Poderes em Campo Grande, contou ainda com as presenças do secretário adjunto de Justiça e Segurança Pública, Helton Fonseca Bernardes, e do assessor jurídico do Governo do Estado, Felipe Matos. (Foto: Divulgação)O ato de assinatura do projeto de Lei Complementar que aconteceu na sala de reuniões da Governadoria, no Parque dos Poderes em Campo Grande, contou ainda com as presenças do secretário adjunto de Justiça e Segurança Pública, Helton Fonseca Bernardes, e do assessor jurídico do Governo do Estado, Felipe Matos. (Foto: Divulgação)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) assinou durante reunião realizada em seu gabinete na manhã desta quinta-feira (12), o projeto de lei complementar que altera os estatutos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul e reduz de 8 para 6 anos o intervalo de promoções de cabos e soldados.

O projeto que será encaminhado para a Assembleia Legislativa prevê também o fim da promoção por mérito intelectual. “Esse é um pleito de mais de cinco anos da categoria e o que o governador faz hoje se chama justiça”, destacou Edmar Soares, presidente da ACS (Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros).

Edmar ressaltou que esse era um dos itens da carta compromisso que Reinaldo Azambuja firmou com a categoria no início do Governo. “Isso é justiça. É uma reivindicação dos cabos e soldados. Era um pleito de muitos anos da categoria”, disse.

O governador Reinaldo Azambuja destacou que além de cumprir os compromissos firmados com a segurança pública para implantar políticas de valorização dos servidores o Governo do Estado está trabalhando para equipar as forças de segurança, lembrando do processo de locação de viaturas destinadas à PM.

“Já estão em andamento processos de compra de armamento, coletes e viaturas, que serão locadas antes do fim do ano, em paralelo a isso é importante essa redução do tempo de espera pela promoção para o incentivo e valorização da tropa que já ingressa no serviço público com essa certeza da ascensão profissional”,disse.

Comentando sobre o projeto, o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Sílvio Maluf, destacou que segurança pública de Mato Grosso do Sul passa por uma série de ajustes e estabelecer esse prazo para as promoções é fundamental para o incentivo e valorização daqueles que estão na linha de frente e que chegavam a aguardar até 15 anos por uma ascensão profissional, que muitas vezes acabava por não vir”,

O ato de assinatura do projeto de Lei Complementar que aconteceu na sala de reuniões da Governadoria, no Parque dos Poderes em Campo Grande, contou ainda com as presenças do secretário adjunto de Justiça e Segurança Pública, Helton Fonseca Bernardes, e do assessor jurídico do Governo do Estado, Felipe Matos.

Especialista diz que doenças vasculares aumentam em até 30% no verão
Dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular, seção Rio de Janeiro (SBACV-RJ), indicam que as altas temperaturas, comuns da épo...
Com 817 processos, Justiça retoma julgamentos nesta segunda em MS
O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) retoma nesta segunda-feira (22) as sessões de julgamento dos órgãos colegiados da Corte. Somente n...
Prazos processuais voltam a correr a partir de amanhã no judiciário de MS
O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) alerta que os prazos processuais voltam a fluir normalmente a partir desta segunda-feira (22) no j...


É importante dizer que essas viaturas que a Secretaria está locando não são as viaturas pretendidas, segundo informações dos policiais.
Segundo fontes da PMMS, fizeram um monte de testes e, ao final, locou-se uma quantidade muito inferior ao pretendido e contra à vontade dos policiais que irão trabalhar com o veículo.
Ai tem coisa errada, os carros custariam o mesmo preço.
 
TOYOSHI SATO em 13/11/2015 08:50:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions