A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

28/11/2013 11:25

Governo entrega equipamentos e reforça “tolerância zero contra criminalidade”

Viviane Oliveira e Leonardo Rocha
André Puccinelli durante o evento. (Foto: Cleber Gellio) André Puccinelli durante o evento. (Foto: Cleber Gellio)

As estatísticas do Estado em relação à segurança pública são ótimas, mas o objetivo é buscar sempre 0% de crime em Mato Grosso do Sul. A frase é do governador André Puccinelli (PMDB) durante a entrega de vários equipamentos de segurança e o anuncio de 2 milhões doados pela União para investimento em ações contra o crack. O evento foi realizado na manhã de hoje no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo.

Para o programa "Crack é possível vencer", o dinheiro será usado para capacitação do efetivo policial, compra de equipamentos e ações que serão desempenhadas pela Polícia Civil e Militar no bairro Los Angeles e nas imediações, além da compra de duas motocicletas, dois veículos Ford Fiesta e uma base móvel de vídeo monitoramento, que será instalada na região.

Outro convênio do governo Estadual com Ministério da Justiça através do Enafron (Estratégia Nacional de Segurança Pública na Fronteira) foi no valor de R$ 20,2 milhões, para aquisição de 84 viaturas, sendo 41 para a Polícia Militar, 38 para Polícia Civil, três para o Ciops (Centro Integrado de Operação Integrada) e duas para Coordenadoria de Perícia.

Além disso, serão adquiridas 1.081 pistolas. 40, sendo 1.017 para a PM e 64 para a Polícia Civil e 90 submetralhadoras, 66 para a PM e 24 para a Polícia Civil. Na lista também incluí móveis, notebook, mesas para computador, kit de identificação veicular e detector de metais, todos eles serão encaminhados para os 31 municípios na zona de fronteira.

Cerimônia de entrega de equipamentos de segurança pública. (Foto: Cleber Gellio)Cerimônia de entrega de equipamentos de segurança pública. (Foto: Cleber Gellio)

O governador destaca ainda, que esses equipamentos irão representar uma melhora significativa na redução de crimes na fronteira e que a contrapartida do Estado será a incorporação de mais 2 mil policiais em março do ano que vem. “Isso representa mais de 50% do efetivo atual, assim estaremos no mesmo patamar que a bandidagem para o combate”, afirma, acrescentando que gostaria de terminar o mandato com pelo menos uma viatura em cada distrito.

O secretário de Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, Vantuir Jacini, diz que para ter uma ação mais prática e eficiente vai ser feito um banco de dados para ajudar o serviço de inteligência da Polícia. “Essa ação vai atingir 1,1 milhão de pessoas”.

A Secretária Nacional do Ministério da Justiça, Regina Mikki, ressalta que o problema do crack é de saúde pública. “Nós precisamos dar oportunidade aos usuários para que eles sejam tratado e voltem para o convívio social”.

Em relação à criminalidade, a secretária reforça, que o Brasil precisa de equipamentos de ponta para enfrentar as organizações criminosas. Regina finaliza o discurso prestando condolências à família do policial, Luiz Pedro de Souza, 33 anos, morto durante confronto em Rondônia e dizendo que o autor do tiro foi preso ontem à tarde.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions