A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

01/07/2015 15:43

Governo estende, pela terceira vez, mandato dos diretores de escolas

Juliana Brum e Leonardo Rocha
Deputados aprovam votação do Projeto que prevê eleição dos diretores nas escolas (Foto - Roberto Higa / Divulgação)Deputados aprovam votação do Projeto que prevê eleição dos diretores nas escolas (Foto - Roberto Higa / Divulgação)

Suspenso desde final de 2014, após dois cancelamentos, a eleição para escolher os novos diretores das escolas estaduais deve ocorrer até agosto deste ano. Nesta quarta-feira (30), o Governo prorrogou, mais uma vez, o mandato dos atuais dirigentes até o dia 1º do próximo mês.

Hoje (1) o projeto que altera as eleições para diretores nas escolas estaduais foi aprovado em primeira votação na Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul, pelos deputados estaduais. As principais mudanças permitem a participação de servidor administrativo, mas que tenha curso superior em Pedagogia. 

Prevista para outubro do ano passado, as eleições dos diretores foi adiada para abril deste ano pelo então governador André Puccinelli (PMDB). Neste ano, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) estendeu o prazo para o mês de julho deste ano. Hoje, portaria da secretária estadual de Educação, Maria Cecília da Motta, estendeu o mandato dos diretores até o dia 1º.

A votação do projeto atrasou porque os professores foram contra o fim da eleição direta em alguns estabelecimentos, como as escolas integrais e indígenas. O governador aceitou mudar o projeto e reencaminhou ontem ao legislativo. 

"Politicamente não haverá grandes mudanças, abrirá novas vagas oportunizando uma gestão democrática que possibilitará que interessados supram as vagas. Não temos interesse em prorrogar ainda mais a data e acredito que até o final de agosto a eleição para diretores das escolas seja realizada" disse Maria Cecília.

Ficou decidido que os servidores administrativos da educação poderão concorrer ao cargo de diretor, basta que eles tenham curso de graduação em Pedagogia. Também haverá eleição direta nas escolas indígenas, integrais e Ceada (Centro Estadual de Atendimento ao Deficiente da Audiocomunicação), além de prever que alunos a partir do 8° ano poderão votar nas eleições.

O projeto que regulariza as eleições para diretores nas escolas estaduais deve ser votado até o final de agosto, segundo presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), Roberto Botarelli.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


As eleições para diretor deveriam ser realizadas no final de outubro ou novembro. E os novos diretores assumirem a partir de 01 de dezembro, havendo neste mês um período de transição entre um mandato e outro. Evitando assim que uma nova direção assuma no meio do ano letivo.
 
Valter em 01/07/2015 20:33:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions