A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

02/10/2012 10:47

Governo nega pedido e Vivo terá de suspender sinal perto de presídio

Francisco Júnior e Mariana Lopes
Sejusp determinou a retirada da torre. (foto: Minamar Júnior)Sejusp determinou a retirada da torre. (foto: Minamar Júnior)

A Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública) negou a solicitação feita pela empresa Vivo para manter ativo o sinal da torre, que fica ao lado do presídio de Segurança Máxima, no Jardim Noroeste, em Campo Grande, enquanto a operadora encontre um local adequado para a instalação da estrutura.

De acordo com a assessoria de imprensa da Vivo, ontem (1), a secretaria concedeu um prazo de 120 dias para remoção da torre. Mas essa ampliação de data não incluiu a manutenção do sinal naquela área e a terá que fazer a interrupção imediatamente.

O prazo firmado entre a empresa e a Sejusp para a desativação terminou no sábado (29).

Técnicos da empresa estão reunidos nesta manhã, em Brasília, para discutir a questão.

De acordo com secretário de Justiça de Segurança e Pública, Wantuir Jacini, é possível cortar o sinal só do presídio sem prejudicar os moradores da região. Segundo ele, testes foram feitos, porém a tecnologia para esse procedimento é muito cara e pode chegar a R$ 4 milhões.

Conforme Jacini, a Vivo quer que o Estado arque com esse dinheiro. “Não é correto o Estado bancar algo que empresa privada tem que fazer. Eles ganham em cima disso”, afirma.

Wantuir Jacini explica que a torre está em um terreno do governo de forma irregular e por conta disso o que compete a secretaria é determinar a retirada da estrutura. “O bem maior tutelado é a vida e não o direito de usar o telefone, apesar do esforço da Agepen, os aparelhos celulares entram nos presídios das formas mais inusitadas e a nossa preocupação é não permitir que os detentos continuem comandando o crime lá de dentro”, ressaltou.

Vivo diz que sinal de torre ao lado do presídio continua e vai pedir novo prazo
A assessoria de imprensa da operadora Vivo informou nesta manhã que o sinal da torre ao lado do presídio de Segurança Máxima continua ativo. O prazo ...
Vivo vai avaliar remoção de torre sem prejudicar usuários da região da Máxima
Em nota, a Vivo informou nesta quinta-feira que analisará as possibilidades de remover a torre de celular nas proximidades do presídio de Segurança M...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions