A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

05/07/2016 16:04

Governo prevê economizar R$ 20 milhões com estudo sobre folha de pagamento

Contrato de R$ 1,5 milhão com empresa foi assinado para chamada "análise de conformidade" do processo usado atualmente

Waldemar Gonçalves
Secretário estadual de Administração, Carlos Alberto de Assis, durante reunião com gestores de recursos humanos (Foto: David Majella / Governo do Estado)Secretário estadual de Administração, Carlos Alberto de Assis, durante reunião com gestores de recursos humanos (Foto: David Majella / Governo do Estado)

A empresa Deloitte Brasil foi contratada pelo Governo de Mato Grosso do Sul, ao custo de R$ 1,5 milhão, para um serviço que chama de “análise de conformidade” da folha de pagamento dos cerca de 70 mil servidores estaduais, que custa mensalmente em torno de R$ 400 milhões. A previsão é que o trabalho gere uma economia de R$ 20 milhões aos cofres estaduais.

Os secretários estaduais de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis, e de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, reuniram 40 gestores de recursos humanos do Estado para falar sobre o contrato com a empresa.

“Não se trata de uma análise para retirar vantagens ou benefícios dos servidores e sim um ajustamento da folha para que possamos otimizar a gestão da folha de pagamento. Nosso servidor pode ficar tranquilo que nenhuma vantagem será retirada do seu vencimento”, diz Assis.

Em síntese, o trabalho, nos termos usados pelo governo, consiste em estudar e redesenhar processos de pagamentos de servidores, implantando melhores práticas a menores custos. A empresa deverá analisar toda a estrutura que envolve o sistema gerenciador da folha nos últimos cinco anos.

“Nosso objetivo é tão somente ganhar uma gestão de qualidade no nosso maior orçamento para que a gente possa aperfeiçoar algumas ações e consequentemente produzir melhores resultados”, definiu Riedel.

Ainda segundo informações do Governo, o diretor-presidente da Deloitte, o economista Ricardo Teixeira, o projeto também alinhará os procedimentos adotados em Mato Grosso do Sul à legislação atual.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions