A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

20/05/2015 19:15

Governo propõe reajuste de 4,37% a professores e 100% do piso até 2022

Aline dos Santos e Ricardo Campos Jr.
Segundo presidente da Fetems, proposta é viável. (Foto: Marcelo Calazans)Segundo presidente da Fetems, proposta é viável. (Foto: Marcelo Calazans)

Com indicativo de greve aprovado para segunda-feira, a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação) recebeu do governo do Estado proposta de reajuste de 4,37% em outubro deste ano e a integralização do piso dos professores até 2022. Em janeiro de 2016, a administração se compromete a fazer a correção anual do valor.

De acordo com o presidente da federação, Roberto Magno Botareli Cesar, caso a categoria aceite o reajuste previso para outubro, o salário vai chegar a 73,79% do piso nacional dos professores. Atualmente, segundo ele, a rede estadual paga 69,42% do valor. Hoje, para chegar ao piso da categoria, o salário em Mato Grosso do Sul teria que passar dos R$ 1.331 para 1.917,78.

Até 2022, a cada mês de outubro seria concedido mais 3,74% até chegar a 100% do piso. Nesta quarta-feira, a proposta foi discutida em assembleia na Fetems e amanhã será debatida em reuniões municipais.

Para o presidente da federação, a proposta é viável, mas Roberto Botareli lembra que o ideal seria aumento de 10,98% agora e que o restante fosse em seis anos. Porém, com o reajuste de 13% em janeiro de 2015, os professores terão mais de 17% de aumento em ano de crise econômica. No Estado, são 20 mil profissionais,

Contudo, a negociação pode emperrar devido à data base para os administrativos da Educação, que somam 6.200 servidores. Com o reajuste zero, eles vão ficar sem aumento até maio de 2016. A proposta é antecipar a data base para janeiro.

Se a proposta do governo for recusada, os 26 mil trabalhadores cruzam os braços a partir do dia 25 de maio.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...


Cade os servidores do Detran de MS ? Esses sim ganham o mais baixo salário do estado.
 
Thiago em 20/05/2015 22:42:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions