A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

03/03/2010 13:22

Greve fez 1200 agentes de saúde pararem, diz sindicato

Redação

Cerca de 1.200 agentes de saúde responsáveis pelo combate à dengue, à leishmaniose e ao atendimento familiar em Campo Grande mantiveram a greve iniciada ontem, após as negociações salariais terem sido paralisadas entre o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde Pública e a Prefeitura de Campo Grande.

A greve, de acordo com o diretor do sindicato, Amado Cheikh, não tem data para terminar. Mesmo assim, apesar de diminuir o volume de atendimentos, o movimento não paralisou totalmente os serviços executados pelos agentes de saúde, já que a categoria reúne 1.942 mil servidores.

Porém, com o número reduzido de agentes nas ruas, a borrifação de inseticida contra a dengue está parada. Somente visitas domiciliares em busca de focos do Aedes Aegypti e do programa Saúde da Família continuam.

Nesta quinta-feira os agentes se concentram a partir das 8 horas na Câmara dos Vereadores em busca de apoio às reivindicações da categoria. Segundo Amado Cheikh, praticamente todo o efetivo participará do encontro, já que as negociações com a prefeitura foram canceladas.

Sem negociação - Nesta quarta-feira o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) disse que só voltaria a negociar com agentes em greve quando a categoria substituir os atuais representantes.

Ele ficou irritado depois de saber de gravações, feitas com celulares e gravadores de bolso, da reunião que teve com os membros da diretoria do sindicato. Os agentes cobram reposição de perdas salariais, que ultrapassam 60%, segundo o sindicado.

"O prefeito nem nos ouviu. Não durou nem três minutos a reunião. Ele só deu seus ultimatos e saiu. Ele pode até escolher com quem vai negociar, são 16 representantes de colegiado. Mas terá de se comprometer a ouvir nossas reivindicações. Quando se fala a verdade em uma reunião tem que levar as declarações até o fim. E não é isso que vimos", afirma Amado Cheikh.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions