A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

14/04/2010 15:49

Greve no HU faz professores assumirem atendimento

Redação

A greve de 24h deflagrada hoje por residentes do Hospital Universitário, em Campo Grande, fez com que os professores e médicos administrativos assumissem os atendimentos de urgência e ambulatoriais.

Apesar da garantia do hospital de que o serviço não foi prejudicado, pacientes reclamaram da demora e do reagendamento das consultas.

A direção clínica do HU informou que algumas consultas foram remarcadas, mas garante que foram poucos casos em que isso foi necessário.

De acordo com o hospital, como o movimento nacional dos residentes estava previsto, foram designados professores que já atuam no Universitário para atenderem os pacientes.

Não foi informado o número de profissionais que atuaram nem o déficit deixado pela greve, mas a direção garante que todos os ambulatórios funcionaram e que não houve prejuízo ao atendimento.

Mas, para quem esperava ser atendido, o movimento gerou transtorno. "Disseram que na parte da tarde não iam realizar as consultas porque os médicos estavam em greve", explica a dona-de-casa Dinalva de Souza Melo, de 43 anos, que saiu de Coxim na madrugada com duas crianças para a consulta marcada há um mês.

A solução encontrada por ela para um dos netos, de um ano, foi procurar o pronto socorro. O resultado foi que a criança que seria consultada teve que ser internada, com suspeita de dengue.

A consulta do outro bebê foi marcada para o dia 12 de maio. "

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions