A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 16 de Dezembro de 2018

23/11/2008 07:30

Grupo é preso em SP e 2 confessam ter atirado em taxista

Redação

Quatro homens, presos ontem à noite no interior de São Paulo, confessaram participação no desaparecimento do taxista Waldomiro da Mota. O taxista, que trabalha em Sonora, está desaparecido desde sexta-feira. O táxi foi encontrado, ontem, em Coxim.

Pauliano Soarez dos Santos, de 27 anos, Fagner Siqueira da Silva, 23 anos, Alex Pereira Alves, 22 anos, e Francisco Genival dos Santos, 29 anos, foram presos na rodovia Raposo Tavares, na cidade de Presidente Venceslau. O grupo estava em um ônibus que fazia o trajeto Campo Grande a São Paulo.

A Policia Civil de Sonora averiguou que o taxista foi chamado para atender uma corrida na barragem que está sendo construída na cidade. O taxista foi contratado pelos quatro presos, que foram demitidos da obra e deveriam voltar para Fortaleza, no Ceará. A partir da localização do  táxi, em Coxim, foi verificado que os quatro homens embarcaram em um ônibus para São Paulo.

A Polícia Rodoviária de São Paulo, acionada por policiais de Bataguassu, interceptou o ônibus e prendeu o grupo. Conforme o sargento Oraci Vargas, Pauliano e Fagner confessaram ter atirado contra o taxista, enquanto os outros dois permaneceram no veículo. Os três disparos, com um revólver calibre 38, foram feitos próximo ao córrego da Confusão, local onde a polícia encontrou os documentos da vítima.

Como os presos não deram detalhes do crime, ainda não se sabe se o taxista sobreviveu aos ferimentos. Uma das hipóteses é que ele tenha caído no córrego.

No momento da prisão, eles declararam que a ação foi um acerto de contas com Waldomiro. Os quatro foram encaminhados para a cadeia pública de Presidente Venceslau. (Colaborou Cipó, de Bataguassu).
Ninguém acerta e Mega-Sena pode pagar R$ 48 milhões na terça-feira
A Mega-Sena acumulou mais uma vez e agora pode pagar R$ 48 milhões caso alguém acerte as seis dezenas que serão sorteadas na próxima terça-feira (18)...
Chefe de facção carioca é preso por agentes em cidade paraguai
Foi preso neste sábado (15), no Paraguai, país que faz divisa com Mato grosso do Sul, o brasileiro Carlos Eduardo Sales Cardoso, apontado como um dos...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions