A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

26/10/2010 17:35

Homem é preso em flagrante por discriminar indígena

Redação

Paulo Roberto Schiller, de 51 anos, foi preso em flagrante nesta manhã em Paranhos, município que fica a 469 quilômetros de Campo Grande, por dizer palavras discriminatórias contra um indígena.

Segundo divulgado pela Polícia Civil, o líder da aldeia Sete Cerros, de 36 anos, informou que por várias vezes Paulo o havia ofendido com relação ao fato de ele ser indígena.

Ao encontrar o índio na rua às 9h de hoje, Paulo o chamou de bugre e mandou pegar macaco no mato. Testemunhas viram a cena e acionaram a Polícia, que prendeu o homem em flagrante.

Ele deverá responder por injúria preconceituosa ou racial, crime previsto no inciso 3° do artigo 140 do Código Penal Brasileiro, e a pena pode chegar a três anos de reclusão.

Como se trata de crime inafiançável, ele foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil de Sete Quedas e permanece à disposição da Justiça.

STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...
UFGD oferece vagas em 36 cursos de graduação pelo Sisu
A UFGD (Universidade da Grande Dourados) está ofertando 944 vagas em 36 cursos de graduação para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada). As inscrições...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions