A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

22/08/2010 12:17

Incêndio destrói 35 hectares na saída para Sidrolândia

Redação

Incêndio que teve início às 8h de hoje destruiu pelo menos 35 hectares de pastagem e mata fechada em um terreno em frente ao frigorífico Friboi, na MS-060, na saída para Sidrolândia, em Campo Grande.

Doze militares foram envolvidos na operação, que durou três horas e meia até que o fogo fosse controlado. Por volta do meio-dia, enquanto os militares faziam rescaldo no local, focos de incêndio se espalhavam por outros terrenos na região.

O fogo espantou animais e assustou moradores de chácaras no entorno. "De uma hora para outra pegou fogo em tudo", conta o comerciante Rogério Aparecido, de 37 anos, que logo pela manhã recebeu uma ligação da mãe, desesperada por conta das chamas que ameaçavam sua casa.

A família tem uma chácara ao lado da área queimada. "Ficamos desviando as chamas com mangueira e baldes", detalha o comerciante. Ele afirma que os focos se espalharam em virtude do mato que estava seco e do vento.

Em apenas cinco minutos, o fogo avançou cerca de 300 metros e por pouco não incendiou a casa da mae de Aparecido, cuja metade da estrutura é feita de madeira.

Os Bombeiros usaram 2,5 mil litros de água de uma das viaturas apenas para conter o incêndio às margens da rodovia, além da água que havia nas bombas transportadas em mochilas nas costas dos militares e dos abafadores, detalha o responsável pela operação, sargento João Félix de Oliveira.

Ele explica que no decorrer dos trabalhos a equipe teve que ser dividida porque outro foco de incêndio foi registrado em um assentamento rural na região.

Igreja - Ainda na MS-060, um templo da Igreja Adventista do Sétimo Dia também foi ameaçado pelo fogo. O membro da comunidade Abel Nascimento, de 26 anos, conta que vários fieis trabalhavam na reforma da igreja quando perceberam o fogo avançar pelo terreno, por volta das 10h de hoje.

"Usamos a mangueira para apagar", conta. Depois de alguns minutos, os militares chegaram ao local e conseguiram controlar o fogo. Entretanto, as fagulhas que saíram do local foram parar em um terreno baldio ao lado, e se espalharam.

Ao meio-dia, os trabalhadores da igreja continuavam jogando água por cima do muro para afastar as chamas que estavam no terreno vizinho.

Em nenhum dos casos há informações sobre as causas dos incêndios.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions