A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

10/09/2012 16:23

Incluída em lista de expulsos, ex-servidora diz que assunto está sub judice

Fabiano Arruda

A ex-servidora Elza Hildebrand França, que integra lista divulgada pela CGU (Controladoria-Geral da União), com o nome de servidores expulsos da administração pública federal desde 2005, afirmou, em documento enviado ao Campo Grande News, que seu caso está “sub judice”.

Explica que sua “punibilidade” foi extinta na esfera criminal e que duas ações, em trâmite junto à Justiça Federal, contestam a acusação de improbidade administrativa pela qual foi acusada e aparece como motivo de demissão no Portal da Transparência, em que foi publicada lista de pouco mais de três mil servidores em todo País.

Além disso, assegura que as ações ainda podem “reaver sua aposentadoria”, bem como “sua condição de servidora pública federal”.

Ela e pelo menos outros 43 servidores, lotados em Mato Grosso do Sul, aparecem na relação, divulgada pela CGU, mas com base em publicações do Diário Oficial da União no período.

Do número, oito são da PRF (Polícia Rodoviária Federal), cinco da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), quatro do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte), quatro do Instituto Nacional de Seguridade Social, quatro da Funai (Fundação Nacional do Índio), quatro do Depen (Departamento Penitenciário Nacional), quatro da Secretaria da Receita Federal, três policiais federais, três do Ibama, dois do Ministério da Fazenda, dois da Delegacia Regional do Trabalho, um do Ministério da Saúde e um procurador da AGU (Advocacia Geral da União) .

Do total, 38 são casos de demissão, sendo que 22 deles se referem a processos por improbidade administrativa.

A CGU passou a divulgar nomes de servidores de todo País por meio do chamado “Cadastro de Expulsões da Administração Federal". A lista ainda envolve casos de cassação de aposentadoria, destituição de cargo em comissão ou função comissionada para funcionários civis, eletivos ou não.

A relação engloba dados relativos até 30 de agosto e contabiliza 2,5 mil servidores envolvidos, segundo os dados da CGU.

A lista completa pode ser conferida por meio do link:

Lista com servidores federais expulsos tem 44 nomes de MS
Pelo menos 44 servidores, lotados em Mato Grosso do Sul, foram expulsos desde 2005 da administração pública federal, segundo lista disponibilizada na...
Carro roubado no RJ é recuperado em estrada rumo ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions