A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

11/09/2009 16:23

Índios deixam fazenda após 19 meses de ocupação

Redação

Os 130 índios guarani-kaiowás que em fevereiro de 2008 deixaram a aldeia Panambi, no município de Douradina, e ocuparam parte da fazenda Santo Antonio de Nova Esperança, em Rio Brilhante, deixaram a área nesta sexta-feira. A ocupação durou 19 meses e foi marcada por uma batalha judicial entre os proprietários e a Funai (Fundação Nacional do Índio).

No início da tarde desta sexta-feira, os índios foram "escoltados" para fora da fazenda por policiais federais e a oficial da Justiça Federal. Em frente à propriedade, integrantes de movimentos indígenas e membros do Cimi (Conselho Indigenista Missionário) protestaram contra o despejo.

Com faixas e cartazes, cobraram agilidade na demarcação de terras indígenas no Estado.

Após quase 20 meses morando em casas de sapé em uma área de reserva ambiental da fazenda, os guarani-kaiowás vão viver agora em barracos de lona montados às margens da BR-163, a cerca de 10 km do perímetro urbano de Rio Brilhante.

"

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions