A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

03/02/2009 09:35

Índios mantêm bloqueio na MS-156, por mudança na Funai

Redação

Nesta terça-feira os índios retomaram o bloqueio da MS-156, que liga Dourados a Itaporã, no trevo de acesso a Reserva Indígena de Dourados. O bloqueio tem como objetivo pressionar a direção nacional da Funai (Fundação Nacional do Índio) para substituição da administradora regional do órgão, Margarida Nicoletti. Eles também fecharam rodovias na região de Caarapó, Amambai e Juti.

Somente ambulâncias e viaturas do Corpo de Bombeiros podem transitar normalmente pela rodovia.

Os motoristas são obrigados a utilizar um desvio por dentro da aldeia Jaguapiru para desviar do bloqueio e seguir viagem. Mesmo com as fortes chuvas que caíram em Dourados na tarde de ontem, os índios mantiveram a rodovia fechada.

Conforme Bete Moreira, da ONG (Organização Não-Governamental) Índias em Ação, o bloqueio da MS-156 será mantido até que o presidente nacional da Funai, Márcio Meira, se posicione a favor da troca no comando do órgão na região cone sul do Estado. A expectativa é de que o caso seja avaliado no dia hoje pela Funai em Brasília. "Nosso movimento está mais forte do que nunca. A insatisfação com o serviço prestado pela Margarida é geral. Caciques e lideranças de todo o Estado estão aderindo ao nosso manifesto. A Funai vai acabar ouvindo a comunidade e colocando uma pessoa nossa no lugar da Margarida", comentou.

Em Dourados, os índios também mantêm desde a semana passada um acampamento em frente ao prédio da administração regional da Funai. O expediente na Funai está suspenso desde a terça-feira passada, quando lideranças das aldeias de Dourados e região ocuparam o prédio para cobrar a saída de Margarida. Os índios deixaram o interior do prédio do órgão na quinta-feira, após a Polícia Federal cumprir um mandado de reintegração de posse expedido pela Justiça Federal a pedido da Funai.

A suspensão do expediente prejudica a distribuição de cestas de alimentos a aproximadamente 45 mil índios de 22 municípios da região cone sul do Estado. De acordo com a administradora, pelo menos 16 mil cestas de alimentos estão armazenadas no depósito da sede da Funai em Dourados.

Conforme ela, a direção nacional da Funai informou que o expediente na administração regional do órgão em Dourados só será retomado quando houver segurança para os servidores voltar ao trabalho. (Com informações do Dourados Informa).

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions