ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 19º

Interior

Acusada de matar marido é presa após esfaquear atual companheiro

Vanessa Alves da Rocha respondia ao processo pela morte de Valcenir Souza dos Santos em liberdade

Por Ana Paula Chuva | 10/07/2024 15:52
Vanessa junto com Valcenir em foto publicada nas redes sociais (Foto: Divulgação)
Vanessa junto com Valcenir em foto publicada nas redes sociais (Foto: Divulgação)

Acusada de matar o marido, Valcenir Souza dos Santos,  a facada, Vanessa Alves da Rocha, 33 anos, foi presa pela Delegacia de Taquarussu nesta quarta-feira (10), após esfaquear o atual companheiro, homem de 42 anos. O caso aconteceu na cidade a 330 quilômetros de Campo Grande, em junho deste ano, mas o mandado de prisão preventiva foi expedido agora.

Conforme divulgado pela Polícia Civil, Vanessa ficou presa aproximadamente seis meses pelo homicídio de Valcenir. Em novembro do ano passado, a juíza Izabella Assis Trad concedeu a liberdade provisória à mulher, mas determinou o recolhimento domiciliar noturno, comparecimento mensal em juízo e não sair da cidade sem autorização judicial.

No dia 28 de junho deste ano equipe da PM (Polícia Militar) levou Vanessa até a delegacia da cidade por ter esfaqueado o atual companheiro, que não teve o nome divulgado. O crime aconteceu durante a madrugada daquele dia, sendo assim, ela descumpriu as medidas cautelares.

Sendo assim, nesta terça-feira (9), foi novamente determinada a prisão preventiva da mulher pelo juiz Francisco Soliman da Comarca de Batayporã. Na decisão, o magistrado considerou que ela não zelou pelo cumprimento das medidas e praticou novamente crime de violência à pessoa.

“Logo, imprescindível a segregação cautelar da acusada para, de igual forma, assegurar a aplicação da lei penal”, pontuou o juiz.

Na manhã de hoje, a equipe da Delegacia de Taquarussu deu cumprimento ao mandado. Vanessa foi encontrada em casa no Bairro Cohab e encaminhada para a Delegacia de Batayporã.

Homicídio - Conforme denúncia do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), Vanessa e Valcenir mantiveram relacionamento por cinco meses e no dia do crime tiveram uma discussão e ela mandou que o homem saísse de sua casa. A mulher então pegou aa faca de serra e golpeou a vítima no lado esquerdo do tórax.

Quando a polícia chegou, Vanessa mentiu dizendo que estava em um bar com alguns amigos e quando chegou na residência, encontrou Valcenir que a abraçou e disse não estar se sentindo bem. Ela então notou que ele estava ferido no tórax e por isso acionou a PM (Polícia Militar).

No entanto, ao prestar depoimento na delegacia, Vanessa confessou ter esfaqueado o marido. Em seu relato, ela afirmou que era agredida pela vítima  e que nunca procurou a polícia porque não tinha coragem. No dia do crime, ela afirmou que foi ameaçada por Valcenir e ela pediu que ele fosse embora da casa.

Como o homem estava irredutível e tentou agredir o irmão da mulher com uma faca. Ela então pediu novamente que Valcenir fosse embora e foi até uma conveniência com uma amiga.  Mais tarde, voltou para casa e encontrou a vítima que saiu do quarto e começou a xingá-la.

Ela pegou uma faca na cozinha e, para se defender, deu um único golpe em direção ao homem que foi atingido no tórax.  À polícia ela alegou que não tinha intenção de matá-lo e que ficou ao lado da vítima até o final, inclusive acionou o socorro na intenção de salvá-lo.

Corpo de Valcenir em cima da cama na casa de Vanessa (Foto: Reprodução)
Corpo de Valcenir em cima da cama na casa de Vanessa (Foto: Reprodução)

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias